Cerca

Vatican News
Dom José Gislon na missa de 100 anos da Paróquia de São José em Erechim, em 21 de agosto Dom José Gislon na missa de 100 anos da Paróquia de São José em Erechim, em 21 de agosto 

Novo bispo de Caxias do Sul: a força do Evangelho e da caridade vai ajudar migrantes e desempregados

Dom José Gislon, em missa de ação de graças no último domingo (01), se despediu da comunidade da Diocese de Erechim/RS onde somou 7 anos de ministério episcopal. No próximo domingo, 8 de setembro, o bispo assume em Caxias: “que tenhamos a força do evangelho e da caridade para motivar a comunidade católica a sempre ter um coração aberto à solidariedade para amenizar a dor e as angústias do povo de Deus”, afirmou Dom José.

Andressa Collet, Pe. Antonio Valentini – Cidade do Vaticano

Ouça a reportagem e compartilhe

Em nova missão confiada pelo Papa Francisco, Dom José Gislon vai assumir a Diocese de Caxias do Sul/RS no próximo domingo, 8 de setembro. O novo desafio se apresenta depois de 7 anos de presença e exercício do ministério episcopal em Erechim/RS. Dom José espera fazer um bom trabalho junto à comunidade com forte tradição e vivência da fé, para dar um rosto caritativo e evangelizador da Igreja:

“É uma realidade totalmente diferente, mas ao mesmo tempo com muitas semelhanças, com a marca dos migrantes, principalmente daqueles que vieram do Vêneto, da Itália, mas também daqueles que chegaram nos últimos anos em busca de emprego e de melhores condições de vida. Também é uma realidade marcada pela forte presença do mundo rural, urbano e industrializado, com a crise econômica atingindo muitas empresas e deixando muitos desempregados, inclusive pais de família e jovens que ficaram sem trabalho." 

“ Que tenhamos a força do evangelho e da caridade para motivar a comunidade católica a sempre ter um coração aberto à solidariedade para amenizar a dor e as angústias do povo de Deus. ”

A despedida da comunidade de Erechim

No último domingo (01), no Santuário Nossa Senhora de Fátima, na Diocese de Erechim, Dom José se despediu da comunidade ao presidir uma missa de ação de graças pelos 7 anos de ministério episcopal, concelebrada por 35 padres.

Ao final da missa, quando todos imaginavam que Dom José concluiria a celebração com a bênção final, ele inverteu os papeis e pediu antes a bênção dos padres para ele, ajoelhando-se nos degraus do altar: “as orações e a bênção desse povo e do clero será uma força muito grande para a nova missão.”

A bênção recebida por Dom José
A bênção recebida por Dom José
03 setembro 2019, 13:23