Busca

Vatican News
Nota divulgada pela paróquia exorta todos à "união na oração" Nota divulgada pela paróquia exorta todos à "união na oração" 

Secretária paroquial assassinada na Costa do Marfim

A violência das agressões que levaram à morte da sra Faustine Brou, chocou a comunidade local, onde ela era muito querida. As motivações do crime estão sendo investigadas.

Cidade do Vaticano

A secretária na Paróquia Santa Cecília, de Abidjan (Costa do Marfim), sra. Faustina Brou, foi morta no último sábado, 10 de agosto. A notícia foi divulgada somente no dia seguinte, durante a Missa dominical. Investigações estão em andamento para determinar a motivação do crime.

Um “ato desprezível, nunca antes vivido em nossas Dioceses ou na paróquia”. Por meio de uma nota, a paróquia diz estar em luto, pois “nossa irmã, tia, amiga, mãe e secretária da paróquia, Faustine Brou, foi tirada do nosso afeto, depois de ser ter recebido violentos golpes e ferimentos de um desconhecido, em sua sala na Santa Cecília”.

Transportada para uma clínica local para receber atendimento, “ infelizmente entregou a alma ao seu Criador, por volta das 4 da manhã.”

Apesar do choque provocado por sua morte violenta, é pedido aos fiéis para “manterem a fé de que a vida aqui é apenas efêmera e que nossa pátria eterna é a do Reino dos Céus. A senhora Faustine Brou acaba de chegar à nossa frente nesta morada. Mantenhamos nossa dignidade como filhos de Deus face às circunstâncias de sua morte e rezemos por seu descanso eterno.”

A mensagem, ao final, também pede que se reze  “por aquele que tirou de forma tão atroz a sua vida e por aqueles que teriam encomendado este ato desprezível.”

12 agosto 2019, 11:55