Busca

Vatican News
Apesar das inúmeras decisões de emigração, as iniciativas levadas pelos jovens em seus países - particularmente na Síria e no Iraque – testemunham o dinamismo e o engajamento na vida social e econômica local daqueles que optam por ficar. Apesar das inúmeras decisões de emigração, as iniciativas levadas pelos jovens em seus países - particularmente na Síria e no Iraque – testemunham o dinamismo e o engajamento na vida social e econômica local daqueles que optam por ficar.   (ANSA)

Líbano: a paz no coração das Jornadas Regionais da Juventude

Organizado em bom entendimento entre as várias autoridades eclesiais, este encontro é aberto aos cristãos de todas as Igrejas e ritos, em sua riqueza e diversidade. Este projeto é uma iniciativa pensada por jovens, para os jovens. "Queremos que esses dias de encontro gerem uma nova Esperança, proclamada por um jovem que rejeita sem ingenuidade a dupla armadilha do fatalismo e do pessimismo."

Cidade do Vaticano

300 jovens cristãos do Iraque, Síria, Egito, Líbano, Jordânia e França estão reunidos em Beirute, no Líbano, desde o dia 27 de julho até este domingo 4, nas Jornadas Regionais de Juventude (JRS). O objetivo é mostrar que ainda existem exemplos de engajamento no seio da sociedade civil árabe.

As Jornadas Regionais da Juventude (JRJ)

 

Trata-se de um grande encontro organizado pelos Jesuítas da Província do Oriente Médio e L’Ouvre d’Oriente, cujo tema deste ano é a "Esperança", inspirado na citação do livro de Jeremias: "Da sua paz dependerá vossa paz"

Este encontro reúne jovens de 18 a 30 anos em torno de dois temas fundamentais: compromisso e esperança.

As motivações

 

Este evento permite que jovens cristãos do Oriente e do Ocidente se encontrem, compartilhem suas iniciativas inspiradoras, falem sobre suas dificuldades e suas alegrias. A esperança, é que os participantes saiam engrandecidos com o desejo de serem construtores e de se tornarem cada vez mais enraizados no tecido social local.

A gênese do projeto

 

Na continuidade do Sínodo sobre os jovens em outubro de 2018, os patriarcas do Oriente haviam se reunido no final de novembro no Iraque, oportunidade em que exortaram os jovens cristãos orientais a tornarem-se "artesãos da história".

Apesar das inúmeras decisões de emigração, as iniciativas levadas pelos jovens a seus países - particularmente na Síria e no Iraque – testemunham o dinamismo e o engajamento na vida social e econômica local, daqueles que optam por ficar.

No âmbito da formação, da integração profissional e da assistência aos pobres, estes exemplos de compromisso fizeram nascer entre os jovens cristãos um desejo de se conhecerem e de encorajarem-se mutuamente.

No Ocidente,  por fim, outros jovens que também estão envolvidos, sensibilizados há alguns anos sobre o que os "cristãos orientais" vivem, alimentaram o desejo de conhecer seus irmãos e compartilhar com eles sua experiência e sua visão de sua sociedade.

Evento pensado por jovens, para os jovens

 

A “Obra do Oriente” (L’Ouvre d’Oriente), na continuidade de sua ação de apoio às comunidades cristãs do Oriente, quis encorajar o conhecimento mútuo desses mensageiros de projetos associativos ou de empreendedorismo.

Organizado em bom entendimento entre as várias autoridades eclesiais, este encontro é aberto aos cristãos de todas as Igrejas e ritos, em sua riqueza e diversidade. Este projeto é uma iniciativa pensada por jovens, para  os jovens. Queremos que esses dias de encontro gerem uma nova Esperança, proclamada por um jovem que rejeita sem ingenuidade a dupla armadilha do fatalismo e do pessimismo.

Mais concretamente, essa rede também permitirá que diferentes protagonistas do projeto ganhem visibilidade, quer localmente como no Ocidente, dentro das redes do Œuvre d'Orient na França. Também ajudará a construir laços de fraternidade e ajuda mútua. (Com informações de L’Ouvre d’Oriente)

Reportagem da KTO – Télévision Cathoulique

 

 

 

03 agosto 2019, 12:34