Busca

Vatican News
O registro do desmatamento das florestas O registro do desmatamento das florestas  (AFP or licensors)

Consagrados do Chile fazem apelo urgente diante da atual crise ambiental

Em declaração divulgada pela Conferência de Religiosas e Religiosos do país, o pedido para que se declare emergência climática, pois: “O tempo urge!”. Os consagrados usam como instrumento a Encíclica Laudato si’ do Papa Francisco que pede para se ir além de uma mera reflexão sobre o que se precisa fazer.

Andressa Collet – Cidade do Vaticano

Ouça a reportagem

A Conferência de Religiosas e Religiosos do Chile (Conferre), em declaração divulgada nesta quinta-feira (15), afirma que a crise ambiental requer um compromisso real e concreto diante da emergência atual.

No início do comunicado, assinado pelo presidente, Pe. Héctor Campos, os consagrados apontam a Encíclica Laudato si’, do Papa Francisco, como um instrumento que “nos faz uma chamada urgente para atuar com a prontidão” diante da necessidade de responder à atual crise socioambiental. E, como os consagrados vivem os conselhos evangélicos e acreditam na missão universal de levar a Boa Nova a todas as nações como discípulos missionários de Cristo, “somos chamados a cooperar com instrumentos de Deus para preservar a Criação em todas as formas possíveis”.

Apelo urgente pelo meio ambiente

Na declaração, os consagrados insistem na encíclica do Papa Francisco que pede para ir além de uma mera reflexão sobre o que se necessita fazer, pois a crise climática requer dos religiosos e das religiosas  “um compromisso real e concreto com a nossa irmã Mãe Terra, uma ação específica agora mesmo em relação ao nosso estilo de vida, promovendo, assim, uma conversão integral”.

“O tempo urge!”, finaliza o presidente na declaração, e por isso a Vida Consagrada no Chile pede que se declare emergência climática.

16 agosto 2019, 15:24