Busca

Vatican News
Punta Tralca, no Chile Punta Tralca, no Chile  (ANSA)

Chile: sacerdote demitido do estado clerical e expulso da Companhia de Jesus

O Superior Geral da Companhia de Jesus, padre Arturo Sosa, estabeleceu a demissão do estado clerical e a expulsão da Companhia de Jesus do padre Leonel Ibacache Ortiz.

A decisão da Companhia de Jesus do Chile foi comunicada à imprensa, com o anúncio da conclusão do processo que a Congregação para a Doutrina da Fé havia confiado ao Superior Geral da Companhia contra o jesuíta, acusado de abusos contra menores. A documentação do processo foi enviada agora à Congregação do Vaticano, que terá que confirmar a pena da demissão do estado clerical.

Investigação aberta em 19 de abril de 2018

 

A investigação preliminar havia sido aberta em 19 de abril de 2018 e dizia respeito a cinco casos de abusos contra menores. No último período, por razões de idade e de saúde, o sacerdote de 95 anos não exercia o ministério sacerdotal, nem tinha contato com menores.

A Companhia de Jesus estabeleceu que a decisão será comunicada em nível pessoal às vítimas, enquanto na nota é pedido perdão "pelos graves danos causados" e se promete começar, juntamente com as vítimas, a um caminho de reparação.

"Cientes do fato de que é necessário fazer muito mais para evitar atos dessa natureza - conclui a nota -, como Companhia de Jesus confirmamos nosso compromisso em continuar a trabalhar para a construção de espaços livres de abusos, com protocolos e políticas eficazes de prevenção." (Agencia Sir) 

Ouça e compartilhe!
16 julho 2019, 14:08