Busca

Vatican News
Bispo de Sonsonate disse que sacerdote realizava um bom trabalho e que tinha uma resposta muito boa da população local Bispo de Sonsonate disse que sacerdote realizava um bom trabalho e que tinha uma resposta muito boa da população local  (ANSA)

Sacerdote de 38 anos assassinado em El Salvador

Suspeitas pelo assassinato recaem sobre gangues que infernizam a vida dos salvadorenhos. Há pouco mais de um ano, outro sacerdote havia sido assassinado. Os autores nunca foram identificados.

Padre Cecilio Pérez, de 38 anos, foi assassinado em El Salvador na noite de sexta-feira.  O sacerdote era pároco da Igreja San José la Majada, no município de Juayua (departamento de Sonsonate, parte ocidental do país).

Ouça e compartilhe!

Alguns fiéis concordaram em se reunir com ele às 5 da manhã para rezar juntos, mas assim que chegaram à paróquia, ao bateram na porta, não tiveram resposta do padre.

Conseguindo entrar na casa paroquial, encontraram o sacerdote morto, provavelmente assassinado pelos “pandilleros”,  gangues muito ativas em El Salvador, numa tentativa de extorsão.

O bispo de Sonsonate, Dom Costantino Barrera, foi à paróquia e pediu aos fiéis que rezassem pelo padre Cecílio e por todos os sacerdotes, ressaltando que a vítima "estava realizando um bom trabalho e tinha uma resposta muito boa do povo".

Este episódio soma-se àquele acontecido no ano passado, quando o padre Walter Vasquez foi assassinado na Quinta-feira Santa, no município de Lolotique. Neste último caso, as investigações até agora não identificaram os autores do assassinato.

(Agência SIR)

19 maio 2019, 10:08