Cerca

Vatican News
Assembleia do CELAM realizou-se em Tegucigalpa, Honduras Assembleia do CELAM realizou-se em Tegucigalpa, Honduras 

“Andar na fé e na solidariedade fraterna”: a mensagem do CELAM ao final de sua Assembleia

Na mensagem dirigida ao Povo de Deus, os bispos, antes de mais nada, reiteram a "comunhão e a adesão filial ao Papa Francisco, de maneira especial neste momento em que alguns grupos e interesses particulares rejeitam sua missão de Pastor universal da Igreja Católica".

Antes de concluir sua Assembleia Geral em Tegucigalpa no sábado, 18, o Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM), divulgou uma mensagem ao povo de Deus, assinada pela nova presidência do organismo eclesial, que representa as 22 Conferências Episcopais da América Latina e Caribe, intitulado “Caminhando na fé e na fraternidade solidária”.

Ouça e compartilhe!

O texto reafirma, antes de mais nada, a "comunhão e a adesão filial ao Papa Francisco, de maneira especial neste momento em que alguns grupos e interesses particulares rejeitam sua missão de Pastor universal da Igreja Católica".

A crise no continente latino-americano

 

"A nossa adesão ao Papa - lê-se no texto - concretiza-se no responder com o anúncio do Evangelho aos novos desafios que surgem nesta mudança de época, procurando promover uma sociedade mais justa e solidária, a partir da opção preferencial pelos pobres, como Igreja em saída, que caminha em direção ao Reino definitivo. Sempre agiremos em fiel adesão à pessoa do sucessor de Pedro".

 

Em seguida, a mensagem destaca as dificuldades que a América Latina enfrenta atualmente: “Constatamos em toda a América Latina e no Caribe o crescimento de uma crise ética, política, econômica e cultural, na raiz da qual vemos uma ruptura antropológica que manifesta-se de muitas maneiras". Entre as quais, o documento cita "o machismo que fere a dignidade da mulher” e "as migrações devido à pobreza e à violência".

Os quatro verbos do Papa Francisco para os migrantes

 

Diante deste fenômeno, escrevem os bispos, "nós assumimos os quatro verbos com os quais o Papa Francisco dirige a atenção aos migrantes: acolher, proteger, promover e integrar".

A lista continua com as "ideologias desumanizantes que enfraquecem a busca pelo bem comum, os exercícios de liberdade e o reconhecimento dos direitos humanos. Essas ideologias muitas vezes vêm a sacrificar os mais pobres, favorecendo o aumento das desigualdades que são inaceitáveis. Abraçamos a dor dos povos e Igrejas que atualmente são as que mais sofrem: Venezuela, Nicarágua e Haiti".

Luta contra a corrupção

 

Outro parágrafo do documento é dedicado à necessidade de combater "a corrupção", profundamente enraizada nas estruturas sociais, econômicas e políticas dos países latino-americanos, a partir de "uma mudança de mentalidade".

A mensagem em outro momento, é focada no "cuidado da Casa Comum" e na "preocupação e compromisso em favor da ecologia integral". Por esta razão, os bispos latino-americanos manifestam sua "comunhão" para com o Sínodo da Pan-amazônia de outubro próximo.

A Presidência do CELAM conclui, comprometendo-se em colaborar para "uma sociedade mais justa e solidária", na proximidade ao povo e em particular aos pobres, às mulheres e aos jovens.

Realmente experimentar sinodalidade

 

O Celam também referendou as diretrizes pastorais para o próximo período de quatro anos já previamente aprovadas, que preveem uma profunda revisão da estrutura do próprio organismo eclesial. Consequentemente, não foi elaborado um plano pastoral estruturado e as comissões não foram renovadas as comissões ou eleitos os responsáveis​. Oito bispos foram encarregados de elaborar um projeto para reestruturar o CELAM.

A Assembleia também aprovou algumas linhas de ação, nas quais se esperam numerosos compromissos de caráter geral, para uma autêntica conversão segundo o que está previsto na Conferência de Aparecida e no magistério do Papa Francisco; de natureza estrutural, com uma profunda revisão da estrutura do Celam, chamado a viver realmente a sinodalidade, a ter relações mais estreitas com as Conferências Episcopais, a ter estruturas mais participativas e menos clericais.

Alarme para o enfraquecimento das democracias

 

E ainda: de natureza eclesial, como uma visão mais ampla da missão e uma atenção à formação de líderes, especialmente no campo da doutrina social; de natureza política, com atenção para a formação de novos líderes cristãos e com o alarme para o enfraquecimento das democracias em muitos contextos.

A Assembleia também foi de acordo em começar a pensar sobre a celebração da sexta Assembleia geral do episcopado latino-americano e do Caribe. (SIR)

As linhas gerais da mensagem, podem ser conferidas no link: https://is.gd/ri09jr

 

 

19 maio 2019, 17:29