Cerca

Vatican News
Mosaico de Cristo Pantocrator na Basílica do Santo Secpulcro, em Jerusalém Mosaico de Cristo Pantocrator na Basílica do Santo Secpulcro, em Jerusalém  (AFP or licensors)

Reaberta Associação das Faculdades e Institutos Teológicos no Oriente Médio

A Associação havia suspenso suas atividades por dez anos. A iniciativa de convocar a reunião é inspirada na exigência sentida de relançar a reflexão teológica no contexto das relações de comunhão entre as diversas comunidades eclesiais, para tentar ler juntos os "sinais dos tempos", com os quais a presença cristã é chamada a se confrontar nos conturbados cenários do Oriente Médio.

Cidade do Vaticano

Um "novo começo" para a reflexão teológica no Oriente Médio, que leva em consideração a atual fase histórica e contribui para alimentar a comunhão entre as Igrejas e as comunidades cristãs presentes no Oriente Médio.

Essa é a perspectiva com a qual a professora Souraya Bechealany, secretária geral do Conselho de Igrejas do Oriente Médio (Middle East Council of Churches, MECC) convocou para Beirute os representantes das organizações-membro da Associação de Faculdades e Institutos Teológicos do Oriente Médio.

No encontro realizado na capital libanesa nos dias 18 e 19 de maio, tomaram parte 18 reitores, diretores e representantes de faculdades e institutos de teologia sediados no Líbano, Egito, Síria e Iraque, e ligados a diferentes Igrejas e comunidades cristãs do Oriente Médio.

A Associação havia suspenso suas atividades por dez anos. A iniciativa de convocar a reunião é evidentemente inspirada na necessidade de relançar a reflexão teológica no contexto das relações de comunhão entre as diversas comunidades eclesiais, para tentar ler juntos os "sinais dos tempos", com os quais a presença cristã é chamada a se confrontar nos conturbados cenários do Oriente Médio.

Durante a reunião, foi reeleito o Comitê Executivo da Associação, que compreende teólogos pertencentes a diferentes Igrejas e comunidades eclesiais presentes no Oriente Médio.

Para o próximo mandato, o presidente do Comitê Executivo será o sacerdote maronita Tanios Khalil, decano da Faculdade de Estudos Eclesiais da Université La Sagesse, em Beirute.

Durante a reunião de "re-fundação", todos os participantes sublinharam a urgência de aprofundar o traço ecumênico do trabalho comum no campo da pesquisa teológica, na fase crítica atravessada pelas Igrejas cristãs e comunidades no Oriente Médio. Os participantes do encontro já fixaram as datas para sua próxima reunião, prevista para outubro próximo no Egito.

(Agência Fides)

22 maio 2019, 14:34