Cerca

Vatican News
NICARAGUA-RELIGION/ Cardeal Brenes 

Nicarágua. Card. Brenes: bonito gesto na Semana Santa libertar os prisioneiros

Na Nicarágua, uma nova manifestação contra o presidente Daniel Ortega é convocada para a próxima quarta-feira. O cardeal Leopoldo Brenes pede para encontrar canais civis para construir a paz.

Patricia Ynestroza - Cidade do Vaticano

"Seria um bonito gesto libertar os prisioneiros durante a Semana Santa, esperamos que possam ser dados passos avante. O número de presos é incerto, é importante que as pessoas privadas da liberdade possam voltar para suas casas. É o desejo de todos, esperamos que se torne realidade". Foi o que disse neste domingo o cardeal Leopoldo Brenes, arcebispo de Manágua, ao jornal El Nuevo Diario, à margem das celebrações do Domingo de Ramos.

Que o diálogo comece a dar frutos

Em 23 de abril, a Aliança e o Governo da Nicarágua reunir-se-ão uma vez mais para tentar encontrar uma solução para a situação política que ainda se encontra num impasse, apesar da assinatura, em finais de março, de acordos sobre o restabelecimento das liberdades democráticas e das garantias constitucionais que, na realidade, o presidente Ortega deveria ter respeitado desde quando chegou ao poder em 2006. No dia 18 de abril, será exatamente um ano do início dos protestos e, dado que os encontros entre a oposição e o governo ainda não produziram resultados reais, o cardeal insistiu na necessidade de "ter boa vontade". "Hoje, Domingo de Ramos - disse o cardeal Brenes - Jesus está em cada mãe, em cada prisioneiro que sofre com Ele, e sabemos que Cristo está ali, naquela mãe sofredora, naquela mãe triste, naquele prisioneiro e os acompanha".

Cruzes pretas em sinal de luto

Durante a Procissão de Domingo de Ramos, algumas pessoas carregaram cartazes em sinal de protesto e cruzes pintadas de preto para recordar a dor de muitos prisioneiros. Na sua homilia, o cardeal recordou as mães que perderam os seus filhos: "tudo isto - sublinhou - representa dor, mas no meio da dor há esperança que o Senhor nos dá".

Semana Santa: um momento de silêncio e reflexão

Sobre a intenção dos manifestantes de protestar na próxima quarta-feira, o cardeal respondeu com um convite a permanecer em oração, "pedimos ao Senhor a sua graça, para que nos dê um grande coração para encontrar canais civis que nos ajudem a construir a paz, como nos pediu o Santo Padre".

15 abril 2019, 16:08