Cerca

Vatican News
Cardeal Patriarca de Lisboa D. Manuel Clemente Cardeal Patriarca de Lisboa D. Manuel Clemente  (© 2018 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.)

Patriarca de Lisboa destina renúncia quaresmal para a Venezuela

“Uma Santa Quaresma com horizonte pascal” - tema da Mensagem do Cardeal-Patriarca, D. Manuel Clemente, para a Quaresma 2019.

Domingos Pinto – Lisboa

A Venezuela vai ser o destino da próxima renúncia quaresmal da Diocese de Lisboa.

Ouça e compartilhe

O apelo é lançado por D. Manuel Clemente na sua mensagem quaresmal onde explica que se trata de um gesto para corresponder ao “apelo da Cáritas da Venezuela” e ao pedido de “proximidade e comunhão com os mais pobres do seu país, nas dramáticas circunstâncias em que vivem”.

O Presidente da  Conferência Episcopal Portuguesa presidiu na Sé Patriarcal de Lisboa na passada 4ª feira de Cinzas, 6 de Marco, à missa que assinalou o início da Quaresma, oportunidade para dizer que em causa está um tempo de “graça e conversão”, nas “atuais circunstâncias, pessoais, sociais e eclesiais”, onde “são grandes as contradições” entre “o que devia ser e o que o contradiz”.

Na sua homilia, D. Manuel Clemente, lembrou os “devastadores conflitos” que “tanto demoram em resolver”, o “desrespeito pelo ambiente e as agressões ecológicas” e referiu-se à “proteção de menores” na Igreja como um “grave problema” que exige uma “solução radical”.

O Cardeal Patriarca de Lisboa apontou ainda as “trágicas notícias de violência doméstica, especialmente sobre mulheres”, a corrupção que “abala a confiança indispensável à vida social e institucional” e a defesa da vida humana, “da conceção à morte natural”.

“A Quaresma há de levar-nos da distração à conversão”, sublinhou D. Manuel Clemente que recomendou ainda a leitura atenta da mensagem do Papa para a Quaresma, apelando a uma “ecologia integral” que “supere de vez o egoísmo que desarmoniza a totalidade em que devemos viver”.

 

11 março 2019, 15:02