Cerca

Vatican News
O site da grande reportagem multimídia está disponível para consulta O site da grande reportagem multimídia está disponível para consulta 

Francisco: o Papa que encanta e comunica o Evangelho com a própria vida

Grupo de estudantes de Jornalismo que produziu uma grande reportagem intitulada “Redes de Francisco”, lembra do esforço na produção do trabalho – com a decupagem de mais de 45 horas de gravação – e também das compensações oriundas do próprio Papa: em menos de 24h eles receberam a resposta de Francisco por e-mail. “Isso comprova toda a pesquisa que fizemos: é alguém como Jesus, próximo, que cura, que sorri e comunica a paz, a serenidade e o amor”, afirmou Ir. Viviani

Andressa Collet – Cidade do Vaticano

O ambiente digital faz com que a mensagem do Papa Francisco chegue até as pessoas mais distantes do planeta. “Uma referência de comunicador global”, descreve Irmã Viviani Moura, da Congregação das Irmãs Paulinas, porque as palavras do Pontífice são compreendidas por todos.

Ir. Viviani, junto com três colegas (dois católicos e um ateu) do curso de Jornalismo da PUC do Paraná, produziram uma grande reportagem multimídia intitulada “Redes de Francisco”, como monografia final. O trabalho foi apresentado em 2017, mas ainda hoje está disponível para consulta através do site www.redesdefrancisco.com.br.

Francisco comunica com testemunho de vida

Desde o início o grupo tinha como objetivo aprofundar o Papa como personagem midiático, através de uma comunicação coerente que alcança todos e toca o coração das pessoas:

“ Existe uma congruência na forma de falar, nos seus gestos e atitudes. Esse exemplo de alguém que realmente comunica com as palavras, mas sobretudo com o seu testemunho de vida. ”

O trabalho multimídia é sobre “uma pessoa que encanta e comunica o Evangelho com a sua própria vida”, enfatiza a religiosa, e descrito com textos, entrevistas, fotos, vídeos, áudios e infográficos que percorrem a trajetória do Papa Francisco desde a Argentina até hoje. Para isso foi fundamental a participação de várias fontes: de pessoas que conheceram e trabalharam com Bergoglio na América Latina até teólogos, padres, líderes de outras denominações religiosas e jornalistas de Roma, além dos próprios jovens que seguem o Santo Padre nas redes sociais.

Ouça a reportagem

“Redes de Francisco” é, dessa forma, o resultado de todo uma fundamentação teórica organizada com os pilares da Igreja Católica e da Comunicação:

“Todo o processo de evolução do jornalismo católico, desde a primeira vez que um Papa concedeu uma coletiva de imprensa até o Concílio Vaticano II, que teve uma grande abertura aos meios de comunicação pelo anúncio da Palavra de Deus.”

O conteúdo da grande reportagem passa pelos encontros do Papa com os jovens; o diálogo inter-religioso; a infância, adolescência e a parte da descoberta do chamado de Deus; de quando era provincial dos padres jesuítas; cardeal; a sua relação com a Igreja da Argentina, com a ditadura e com o governo; e, depois, como Pontífice, a reforma que vem fazendo dentro da Igreja, o contato com as minorias e o legado das viagens apostólicas.

O e-mail do Papa Francisco

A concretização do trabalho dos jovens? Um e-mail do Papa Francisco:

“Para formular essa grande figura do Papa Francisco, nós falávamos que o nosso trabalho só seria completo se tivéssemos uma fala ou um vídeo do Papa Francisco, algo dele e que ele soubesse do nosso trabalho. E todos diziam que era um objetivo muito distante, mas não nos desencorajou, ao contrário, incentivou. Em 2 de setembro de 2017 recebemos um e-mail do Papa Francisco: em menos de 24 horas ele respondeu a mensagem ao dizer que era feliz com o entusiasmo dos jovens: ‘continuem avante que eu rezo por vocês! Mas, infelizmente, com a demanda de trabalho que tenho, é impossível gravar um vídeo’. E aí deu a bênção ao final do e-mail. Foi muito emocionante, pois o Papa Francisco é alguém importante porque é um homem de Deus. Ele comunica a pessoa de Jesus Cristo."

“ Com esse trabalho percebemos que o Papa é muito próximo, é muito humano e que, em menos de 24h, recebe um e-mail e responde! Isso comprova toda a pesquisa que fizemos com mais de 45 horas de gravação: é alguém como Jesus, próximo, que cura, que sorri e comunica a paz, a serenidade e o amor. ”

05 março 2019, 15:51