Cerca

Vatican News
Patriarca de Babilônia dos Caldeus, no Iraque, Sua Beatitude Louis Raphaël I Sako Patriarca de Babilônia dos Caldeus, no Iraque, Sua Beatitude Louis Raphaël I Sako  (ANSA)

Card. Sako: maior responsabilidade às mulheres nas Igrejas do Oriente

Também na Igreja caldeia foram dados os primeiros passos para confiar funções de responsabilidade a leigos, em particular a mulheres. Um processo do qual se faz votos de que tenha continuidade em todas as Igrejas do Oriente, afirma o patriarca de Babilônia dos caldeus, no Iraque, cardeal Louis Raphaël I Sako

Cidade do Vaticano

O “sacerdócio comum”, partilhado por todos os batizados, anima a vocação e a missão própria dos leigos e, em particular, das mulheres na Igreja, na diversidade dos talentos e na complementariedade dos papeis confiados a cada um. As Igrejas do Oriente, e também a Igreja caldeia, são chamadas a abrir-se a esse dinamismo de graça, se não quiserem trair sua natureza de instrumentos de salvação.

Ouça e compartilhe!

Foi o que recordou o patriarca de Babilônia dos Caldeus, no Iraque, cardeal Louis Raphaël I Sako, num pronunciamento difundido pela mídia oficial do Patriarcado. O intento do purpurado é iniciar uma análise e apreciação em torno da condição dos leigos e das mulheres na Igreja, inclusive para oferecer elementos de reflexão comum e inspirar disposições concretas por ocasião do próximo Sínodo da Igreja caldeia.

Reconhecer o lugar que é próprio dos leigos na Igreja

Não se pode associar à fé cristã nenhum argumento pseudo-doutrinal que busque justificar teoricamente alguma forma de discriminação em relação às mulheres, recordou o patriarca caldeu. Basta olhar para a Virgem Maria e as figuras femininas em torno de Jesus, desde o início de sua missão salvífica, ressaltou o primaz da Igreja caldeia.

Citando os ensinamentos dos Papas João Paulo II e Francisco, o patriarca Sako ressaltou que “se quisermos que nossas sociedade e nossas Igrejas progridam, devemos reconhecer o lugar dos leigos de ambos os sexos para permitir-lhes investir seus talentos”.

Leigos corresponsáveis em todos os âmbitos da vida eclesial

Embora o sacerdócio ordenado permaneça reservados aos homens, podem ser atribuídos aos leigos e às leigas posições de responsabilidade na Igreja em outros campos, inclusive os da gestão financeira, da educação e dos meios de comunicação.

Partindo dessas considerações, o patriarca caldeu convidou todos a experimentar novos espaços de participação e de partilha de responsabilidade com os leigos e as leigas, em todos os âmbitos da vida eclesial.

Processo tenha continuidade nas Igrejas do Oriente Médio

Concluindo seu pronunciamento, o patriarca ressaltou que também na Igreja caldeia foram dados os primeiros passos para confiar funções de responsabilidade a leigos, em particular a mulheres. Um processo do qual se faz votos de que tenha continuidade em todas as Igrejas do Oriente.

A esse propósito, o primaz da Igreja caldeia acenou também ao papel de responsabilidade desempenhado pela professora libanesa Souraya Bechealany, atual secretária geral do Conselho das Igrejas do Oriente Médio.

(Fides)

19 março 2019, 10:40