Cerca

Vatican News
São José é o padroeiro da cidade e da Diocese de Itabuna, situada no sul da Bahia São José é o padroeiro da cidade e da Diocese de Itabuna, situada no sul da Bahia 

Dom Carlos Alberto: a realidade eclesial da Diocese de Itabuna - BA

Com 10.800 Km quadrados, 19 cidades, 33 paróquias, 22 padres diocesanos e 11 padres religiosos de 4 Congregações: Capuchinhos, Passionistas, Palotinos e Servitas do Instituto Servo do Senhor; e mais 17 religiosas de 5 Congregações, a Diocese de Itabuna está situada no sul da Bahia, na chamada Região do Cacau

Raimundo de Lima - Cidade do Vaticano

Amigo ouvinte, prosseguimos no quadro “Brasil na Missão Continental” dando voz sobretudo aos nossos pastores à frente das nossas dioceses espalhadas em todo o território nacional trazendo-nos um pouco da realidade de suas Igrejas particulares, seus múltiplos desafios pastorais e, de modo particular, a experiência da “Missão Continental”.

Diocese celebrou recentemente 40 anos de criação

Oriunda da Conferência de Aparecida, esta não é um exercício missionário isolado, mas uma opção missionária que pretende renovar a comunidade eclesial em seu conjunto para que todos os batizados – convertidos em discípulos missionários – sejam capazes de dar testemunho da Boa Nova em nosso mundo de hoje.

Nesta edição iniciamos a participação do bispo da Diocese de Itabuna, Dom Carlos Alberto dos Santos, desde 7 de abril de 2017 à frente desta Igreja particular situada no sul da Bahia, na chamada região do cacau.

Fazendo-nos nesta primeira participação uma breve apresentação de sua diocese, Dom Carlos Alberto nos fala também sobre os principais desafios pastorais apontado entre eles as distâncias num território de quase onze mil quilômetros quadrados e o número insuficiente de sacerdotes e de vocações.

Referindo-se ao contexto socioeconômico em que se situa a diocese, acena para a questão financeira numa região que sempre foi muito promissora com a atividade pecuária e agrícola, sobretudo com a produção de cacau e café, mas que se vê economicamente abalada pela doença que já de há muito acometeu a lavoura cacaueira chamada vassoura de bruxa. Nosso convidado inicia apresentando-se aos nossos ouvintes. Vamos ouvir (ouça na íntegra clicando acima).

28 fevereiro 2019, 16:22