Cerca

Vatican News
SPA_CELAM SPA_CELAM 

Celam: Cúcuta, etapa colombiana da caminhada "Huellas de Ternura"

O Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam) é o principal promotor da iniciativa, mediante seu Departamento justiça e solidariedade (Dejusol), que lançou o programa “Centralidade da Infância”, junto com a “Pastoral da criança internacional” da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e World Visión América Latina

Cidade do Vaticano

Teve início na segunda-feira (04/02), na cidade de Cúcuta – ponto ideal de contato entre Venezuela e Colômbia – a etapa colombiana da caminhada continental Huellas de Ternura (Traços de Ternura): a iniciativa propõe sensibilizar todo o subcontinente latino-americano, país por país, sobre o respeito pela infância.

Ouça e compartilhe!

Celam, principal promotor da iniciativa

O Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam) é o principal promotor da iniciativa, mediante seu Departamento justiça e solidariedade (Dejusol), que lançou o programa “Centralidade da Infância”, junto com a “Pastoral da criança internacional” da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e World Visión América Latina.

Também aderiram à iniciativa a Caritas Latino-Americana, o Departamento de vida, família e juventude do Celam, a Associação latino-americana de educação radiofônica (Aler), o organismo “Semeadores de Paz” e Infância Missionária Colômbia, a Federação internacional Fé e Alegria, e as Pontifícias Obras Missionárias (POM). A etapa colombiana recebeu a adesão de ulteriores realidades locais.

Caminhada passará por nove cidades colombianas

A caminhada continental “Huellas de Ternura” estará na Colômbia até 20 de fevereiro e passará pelas cidades de Cúcuta, Bucaramanga, Bogotá, Cali, Ipiales, Medellín, Cartagena, Barranquilla e Riohacha.

As atividades do primeiro dia, com a nutricionista da Caritas venezuelana, Susana Raffalli, envolveram crianças venezuelanas – numerosas na cidade fronteiriça – e colombianas.

Violência contra crianças em aumento na Colômbia

Recorda-se que a Colômbia é um dos países com mais alto índice de violência contra os menores. Segundo dados fornecidos pelo Instituto colombiano de bem-estar familiar (Icbf), nos primeiros três meses de 2018 se realizaram 5.870 processos devido a vários tipos de violência, o equivalente a mais de 65 casos por dia. Trata-se de números em aumento em relação a 2017.

Segundo dados fornecidos por Save the Children, a Colômbia ocupa o terceiro lugar no mundo na triste classificação de taxa de homicídios infantis, mediamente com um assassinato a cada oito horas.

(Sir)

05 fevereiro 2019, 13:01