Cerca

Vatican News
Papa Francisco durante visita surpresa numa periferia de Roma Papa Francisco durante visita surpresa numa periferia de Roma  (Vatican Media)

A exemplo de Francisco, olhar para periferias e estar nelas com os pés

Padre mercedário, Frei Reginaldo fala-nos de uma ação evangelizadora na linha do Papa, olhando para as periferias sociais, geográficas e existenciais estando nelas com os pés, vendo suas necessidades e ações pastorais requeridas.

Raimundo de Lima - Cidade do Vaticano

Amigo ouvinte, na edição de hoje concluímos a participação do Conselheiro Geral da Ordem das Mercês, Pe. Frei Reginaldo Roberto Luiz, em nosso quadro “Nova Evangelização e Concílio Vaticano II”.

Visita pastoral na América do Sul, Central e do Norte

Também Secretário Geral de Pastoral de seu Instituto religioso, Frei Reginaldo falou-nos na edição passada sobre sua recente visita pastoral realizada no Equador, Peru e Guatemala, na qual teve a oportunidade de conhecer mais de perto as diferentes realidades pastorais das várias províncias de sua Ordem nestes países da América do Sul e Central.

Na ocasião, o religioso realizou uma visita pastoral também nos EUA, onde os mercedários estão mais envolvidos com paróquias, com escolas, a educação das crianças – e nesta edição ele nos fala sobre esta última etapa dessa viagem pelo nosso continente.

 

Fala-nos ainda sobre o trabalho realizado no âmbito da Pastoral Carcerária, cuja atividade é bastante complexa nas penitenciárias dos EUA, onde disse ter percebido a necessidade de uma maior presença da Igreja.

Nosso convidado fala-nos de uma experiência muito significativa ter estado em visita pastoral na América do Sul, Central e do Norte, a qual haverá de ser partilhada com os secretários de pastoral da família mercedária nos mais de 30 países onde estão presentes.

Por fim, diz-nos tratar-se de uma ação evangelizadora na linha do Papa Francisco, olhando para as periferias sociais, geográficas e existenciais estando nelas com os pés, vendo suas necessidades e ações pastorais requeridas. Vamos ouvir (ouça na íntegra clicando acima).

29 janeiro 2019, 15:48