Cerca

Vatican News
Presépio na Basílica de São Pedro Presépio na Basílica de São Pedro 

Portugal/Bispo de Setúbal: “Que as luzes do Natal não ofusquem”

Dom José Ornelas presidiu à Missa de Natal na igreja paroquial da Amora dedicada ao Beato João Batista Scalabrini.

Domingos Pinto – Lisboa

“O Natal é possível para todos, para cada um de nós, é possível como um projeto de Humanidade”, sublinhou o Bispo de Setúbal na Missa de Natal que teve lugar 3ª feira, 25 de dezembro, na igreja paroquial da Amora, dedicada ao Beato Scalabrini.

O Natal “é um projeto que conta com a indiferença da maior parte e até com a perseguição de muitos,” disse o prelado na sua homilia onde lembrou também que “Deus não está alheio nem à injustiça, nem ao sofrimento, e revela-se como um modo novo de assumir a realidade dramática da existência pessoal e da Humanidade”.

Ouça a reportagem

Neste contexto, o bispo de Setúbal deu exemplos de dramas da Humanidade como o recente “tsunami (Indonésia), de um atentado que mata dezenas de pessoas, dos desastres nas estradas que ceifam tantas vidas também entre nós”.

Para D. José Ornelas, “o Natal é uma iniciativa de Deus corajoso, mas não se realiza sem nós, sem a nossa colaboração, sem o nosso acolhimento do Menino de Belém, sem a nossa participação ativa na transformação do mundo o Natal não acontece”.

“Qua as luzes do Natal não ofusquem, nem encubram, mas iluminem e aqueçam aqueles que ficam na sombra; que as iguarias e os doces das nossas festas, à nossa mesa, não afastem, mas saciem a amargura desolada dos que têm fome; que os abraços de carinho e amizade que trocamos abram sempre novos espaços de reconciliação, de colaboração, de fraternidade, concluiu o bispo de Setúbal.

26 dezembro 2018, 17:39