Busca

Vatican News
No Egito, em particular, o secretário de Estado húngaro encontrou-se com os familiares das vítimas do atentado de El Minya No Egito, em particular, o secretário de Estado húngaro encontrou-se com os familiares das vítimas do atentado de El Minya  (AFP or licensors)

Ajuda húngara para cristãos no Egito, Etiópia e Jordânia

Através da coleta de recursos, a Hungria pode demonstrar sua solidariedade concreta aos cristãos de países como Egito, Etiópia e Jordânia.

Cidade do Vaticano

O secretário de Estado da Hungria para a Ajuda aos Cristãos Perseguidos, Sr. Tristan Azbej, realizou uma missão oficial ao Egito e Etiópia nos primeiros dias de dezembro.

No Egito, em particular, encontrou-se com os familiares das vítimas do atentado de El Minya em novembro passado, aos quais entregou as ajudas coletadas por cidadãos húngaros (incluindo a cidade de Beregszász / Beregovo, na Transcarpathia ucraniana) e integradas pelo Governo húngaro.

Mensagem de solidariedade

 

Mr. Azbej quis enfatizar que tal gesto certamente não irá devolver seus entes queridos que foram mortos, mas carrega uma mensagem de solidariedade: existe na Europa um povo que pensa em sua sorte.

"Responderam-me que isso significava muito para eles - escreveu o secretário de Estado em sua página no Facebook. E no final do encontro rezamos juntos pelas vítimas."

Encontro com o cardeal Souraphiel

 

Na Etiópia, o secretário de Estado foi recebido pelo cardeal Berhaneyesus Souraphiel, presidente da Conferência Episcopal local, que expressou seu apreço pelas bolsas de estudo húngaras colocadas à disposição dos jovens da Etiópia. Eles também discutiram possíveis colaborações futuras para garantir aos jovens uma vida digna na própria pátria.

Apoio para escolas

 

Ao mesmo tempo, o embaixador da Hungria na Jordânia, Csaba Czibere, em 22 de novembro passado entregou o novo sistema de aquecimento a uma escola primária paroquial no distrito de Marka da capital da Jordânia, Amã. O vigário patriarcal da Jordânia, Dom William Shomali e representantes da mídia estiveram presentes no evento.

A importância dos cristãos no Oriente Médio

 

Dom Shomali e o padre Khalil Jaar da paróquia, agradeceram pela ajuda e assistência oferecidas pela Hungria aos cristãos do Oriente Médio; tal ajuda é de grande valor, especialmente num contexto em que a ajuda internacional diminui. A modernização do sistema de aquecimento, no valor de 40 mil euros, foi financiada inteiramente pelo programa Hungary Helps. O instituto abriga 800 crianças, incluindo cristãos e muçulmanos, bem como refugiados sírios e iraquianos.

(fonte: Embaixada da Hungria na Santa Sé)

18 dezembro 2018, 12:41