Cerca

Vatican News
Migrantes Honduras Migrantes Honduras 

Honduras: Igreja deve estar próxima à luta dos excluídos e migrantes

“O Natal será vivido de maneira autêntica se nos dirigirmos aos pobres, contemplando Jesus no presépio", diz a mensagem de Natal dos bispos de Honduras.

Cidade do Vaticano

A Conferência Episcopal Hondurenha (CEH) emitiu uma mensagem dirigida a toda a nação por ocasião do Natal, destacando que essa festa será vivida de maneira autêntica somente "se nos dirigirmos aos pobres, contemplando Jesus no presépio". Os bispos apontam que "a esperança é o que nos permite olhar para o futuro de nossa pátria", que vive tantas situações problemáticas.

Momento difícil para o país

A mensagem evidencia que a "luz que brilha no meio das trevas" é capaz de orientar o caminho a seguir, em muitas situações difíceis. "No ano que está prestes a terminar vimos a maioria do povo hondurenho lutar para defender seus direitos à saúde, educação, moradia, trabalho e até mesmo a casa comum que é nossa terra, da qual dependemos. É necessário rever se, como Igreja, pudemos fazer parte dessas nobres lutas ".

Migração

“A luz do menino Jesus continua nos iluminando, acima de tudo, no caminho para um futuro melhor e nos permite vislumbrar possíveis acordos globais em favor da população migrante. Tudo isso na esperança de que eles possam se materializar em compromissos reais tanto por parte dos governos como por instituições chamadas a defender o direito de migrar e o direito de não ser forçado a migrar". Por fim, a mensagem destaca a necessidade de uma conversão contínua centrada nos pobres e na vida. (SIR)

24 dezembro 2018, 15:19