Cerca

Vatican News
Em meados de agosto, Kerala, na costa sudoeste da Índia, sofreu a pior catástrofe humanitária e ambiental de sua história. Em meados de agosto, Kerala, na costa sudoeste da Índia, sofreu a pior catástrofe humanitária e ambiental de sua história.   (AFP or licensors)

Igreja em Dubai doa 125 mil euros a vítimas de enchentes em Kerala

A Catedral ortodoxa de St. Thomas, organizou uma iniciativa de beneficência em favor das vítimas das inundações que, em agosto, atingiram o Estado indiano de Kerala.

Cidade do Vaticano

Uma igreja em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, decidiu celebrar de uma forma mais modesta o 50º aniversário da sua construção, para enviar o valor recolhido a Kerala, Estado indiano atingido em agosto por uma inundação sem precedentes. Trata-se da Catedral ortodoxa de St. Thomas, que coletou 10 milhões de rúpias indianas (o equivalente a 125 mil euros), eliminando o "supérfluo" das festividades.

A enchente de agosto

 

Em meados de agosto, Kerala, na costa sudoeste da Índia, sofreu a pior catástrofe humanitária e ambiental de sua história. As vítimas foram mais de 400 e os deslocados mais de 800 mil. Por semanas as águas deixaram povoados inteiros submersos; a rede rodoviária foi devastada; casas e edifícios destruídos. A população ainda luta para se recuperar do desastre.

A ajuda dos fiéis

 

De Kerala provém a maior parte dos fiéis da Igreja em Dubai, que se organizaram para buscar formas de ajuda e apoio econômico para responder à crise humanitária surgida no Estado de origem. Eles arrecadaram um total de 20.000 rúpias (2.500 euros) para serem alocados ao Fundo de Apoio a Emergências, aberto pelo Ministro Chefe da Índia.

130 famílias resgatadas

 

P. Philip Ninan Panackamattom, vigário da catedral, fez saber que a soma recolhida pelos fiéis, junto àquela poupada pelas autoridades eclesiásticas - que cancelaram alguns eventos programados para o aniversário - ajudou a "130 famílias diretamente afetadas pela inundação. A maioria dos beneficiários teve suas casas destruídas".

A história da Catedral de St. Thomas

 

A catedral de Dubai, localizado no distrito de Oud Mehta, é a paróquia de referência das igrejas ortodoxas espalhadas nos Emirados. Nascida pelo impulso de quatro famílias em 1958, dez anos depois obteve o reconhecimento oficial de congregação de fiéis ortodoxos. Hoje reúne mais de 3 mil famílias.

A igreja não é nova em iniciativas de caridade: para homenagear 2018 como o "ano de Zayed" (o sultão pai fundador da nação), organizou uma campanha de doação de sangue. Para 4 de janeiro próximo, outro evento beneficente está programado para ajudar pacientes com câncer.

Em fevereiro, a viagem do Papa ao país

 

Digno de nota que de 3 a 5 de fevereiro, o Papa Francisco estará visitando os Emirados Árabes Unidos. Em particular, o Papa irá visitar Abu Dhabi para participar do encontro inter-religioso internacional sobre a fraternidade humana, como parte da Semana Mundial para a harmonia entre as religiões. (Asia News)

30 dezembro 2018, 16:42