Cerca

Vatican News
Cardeal Manuel Clemente, presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, na coletiva de imprensa Cardeal Manuel Clemente, presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, na coletiva de imprensa  

Portugal: tráfico de pessoas, escravatura e exploração humana preocupam a Igreja

Alerta em Fátima no final da Assembleia Plenária da Conferência Episcopal Portuguesa.

Domingos Pinto – Lisboa

A Conferência Episcopal Portuguesa manifestou a sua preocupação com as notícias acerca do “tráfico de pessoas, escravatura e exploração humana”.

O comunicado final da Assembleia Plenária da CEP, que se conclui esta quinta-feira, 15 de novembro, apela a uma “maior atenção das autoridades e da sociedade a este problema” também em Portugal.

Ouça a reportagem

O tema foi aprofundado com o contributo da Conferência dos Institutos Religiosos que apresentou a publicação do ‘Manual para ações de prevenção do tráfico de pessoas e de assistência às vítimas Talitha kum – Levanta-te’.

“Não podemos deixar de fazer este apelo, para que, quer como sociedade, na qual nos integramos, quer as autoridades do Estado, estejam muito atentos a este problema”, sublinhou D. Manuel Clemente, Presidente da CEP, na conferência de imprensa de apresentação das conclusões desta assembleia plenária.

O Cardeal Patriarca de Lisboa lançou ainda um apelo para que não se generalize na questão do abuso de menores no seio da igreja. “Neste campo tudo é mau, mas não é tudo igual”, precisou D. Manuel Clemente que diz que “cada caso é um caso”, sugerindo que as diretivas já publicadas são suficientes, se forem seguidas.

O comunicado final da CEP evoca ainda o centenário do Armistício da I Guerra Mundial, pedindo uma “paz assente sempre na defesa da dignidade humana, na procura do bem comum, na solidariedade efetiva entre os povos, na caridade e na justiça, valores evangélicos inerentes à mensagem cristã”.

Neste contexto, evoca a celebração, no próximo domingo, do Dia dos Seminários e do Dia Mundial dos Pobres, uma coincidência que “reforça a associação do dom da Vocação Sacerdotal ao cuidado pelos pobres, uma dimensão essencial da identidade e missão da Igreja”.

Os bispos avaliaram ainda o impacto do recente Sínodo dos Bispos, realizado em outubro, no Vaticano, e vão propor também “orientações pastorais” sobre o Matrimónio na próxima assembleia plenária.

A Conferência Episcopal Portuguesa publicou uma instrução sobre o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD), sublinhando “o direito de cada pessoa a proteger a própria intimidade”, e a Nota Pastoral ‘Do coração de Cristo para o coração do mundo’, que assinala os 175 anos do Apostolado da Oração.

A CEP aprovou ainda, entre outras decisões importantes da vida da igreja em Portugal, os novos Estatutos do Santuário de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, que serão enviados à Santa Sé, e debateu uma proposta comum de taxas, tributos e emolumentos para todas as dioceses.

 

16 novembro 2018, 12:08