Cerca

Vatican News
Card. Manuel Clemente na Abertura da Assembleia Plenária CEP Card. Manuel Clemente na Abertura da Assembleia Plenária CEP  (© 2018 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.)

Portugal: Fazer da “Missão” uma “urgência evangélica”

Apelo do Presidente da Conferência Episcopal Portuguesa na abertura da 195.ª Assembleia Plenária que decorre em Fátima.

Domingos Pinto - Lisboa

“As condições atuais fazem da missão uma urgência evangélica em todos os campos socioculturais e numa geografia total, longe ou perto – por vezes muito perto até”, sublinhou o Cardeal-patriarca de Lisboa na abertura esta 2ª feira, 12 de novembro, da Assembleia Plenária da CEP que decorre em Fátima.

Ouça e compartilhe

Uma intervenção em que D. Manuel Clemente começou por destacar “factos de especial relevo” que aconteceram recentemente na vida da Igreja Católica em Portugal, como a criação cardinalícia de D. António Marto, a nomeação de novos bispos e a designação de D. José Tolentino Mendonça para arquivista e bibliotecário da Santa Sé.

No contexto do Ano Missionário, o  Cardeal-patriarca de Lisboa chamou a atenção para os novos campos de ação que se criam, “sobretudo nas zonas mais povoadas”, onde se abrem  “espaços de autêntica ‘missio ad gentes’, a par de outros que requerem ‘nova evangelização’ e persistência da ‘ação pastoral’ própria das comunidades estabelecidas”.

D. Manuel Clemente reafirmou também a importância do 9.º Simpósio do Clero, organizado pela Comissão Episcopal das Vocações e Ministérios, de 3 a 6 de setembro, e que vincou a solidariedade e apoio ao papa dos bispos portugueses na construção de “uma cultura de prevenção e proteção dos menores e vulneráveis”.

Em foco ainda uma reflexão sobre o Sínodo dos Bispos que decorreu em outubro dedicado à juventude, oportunidade para o presidente da CEP explicar que é necessário “evitar que a disponibilidade dos jovens se confronte com autoritarismos e desconfianças da parte dos adultos e pastores”, que não reconhecem “suficientemente a sua criatividade”.

A este propósito, o Cardeal-patriarca reafirmou a importância de uma proposta do Sínodo, a criação de um “Diretório de pastoral juvenil” em chave vocacional, que “possa ajudar os responsáveis diocesanos e os operadores locais a qualificar a sua formação e ação com e pelos jovens”.

Em cima da mesa nesta assembleia plenária da CEP que decorre até à próxima 5ª feira, está também um documento sobre a preparação para o casamento e o acompanhamento das famílias, e outro sobre os 175 anos do Apostolado da Oração em Portugal.

 

13 novembro 2018, 11:39