Cerca

Vatican News
Plenária dos bispos dos Estados Unidos Plenária dos bispos dos Estados Unidos  (AFP or licensors)

Bispos dos Estados Unidos reunidos em Assembleia

Teve início nesta segunda-feira e se encerra na quarta-feira, a Assembleia plenária os bispos dos Estados Unidos, reunidos em Baltimore. O cardeal Di Nardo anuncia o adiamento do voto sobre comissão e código de conduta para os bispos sobre o comportamento sexual inadequado.

Silvonei José - Cidade do Vaticano

O cardeal Daniel Di Nardo, presidente da Conferência dos Bispos dos EUA, abriu a Assembleia Plenária de outono na segunda-feira em Baltimore, comunicando uma mudança de última hora na agenda, realizada a pedido da Santa Sé. A agenda proposta anteriormente para o segundo dia da Assembléia continha discussões e votações sobre "princípios de responsabilidade dos bispos" e sobre uma 'comissão especial para receber denúncias contra os bispos' em mérito aos casos de abusos. Domingo à tarde o cardeal Di Nardo foi informado de que a Santa Sé pediu para adiar a votação, em vista do encontro internacional dos presidentes das Conferências Episcopais, que o Santo Padre convocou para fevereiro de 2019. Embora expressando descontentamento pelo fato que a votação não teria lugar nesta terça-feira o cardeal Di Nardo manifestou a esperança de que esta "ulterior consulta irá melhorar a nossa resposta à crise que estamos a enfrentando".

Momento decisivo

Depois de ouvir este anúncio, o cardeal Blase Cupich, arcebispo de Chicago, tomou a palavra. Ele ressaltou que a Santa Sé está levando a crise do abuso a sério. A Santa Sé, disse ele, considera um "momento decisivo, não apenas para a Igreja deste país, mas de todo o mundo, colocando tanta ênfase no encontro de fevereiro". O cardeal Cupich pediu então que a discussão planejada continuasse e que o documento fosse modificado de acordo com as emendas propostas. Em vez de submeter o documento a uma votação vinculativa, ele sugeriu que fosse realizado um voto de sondagem. Desta forma, o Cardeal Di Nardo poderá representar bem os bispos dos EUA nas discussões que terão lugar no Vaticano no próximo mês de fevereiro.

13 novembro 2018, 13:00