Cerca

Vatican News
Encontrados destroços do desaparecido submarino argentino ARA San Juan, informa a Marinha argentina Encontrados destroços do desaparecido submarino argentino ARA San Juan, informa a Marinha argentina  (ANSA)

Localizado submarino argentino desaparecido: a oração dos bispos

A presidência da Conferência Episcopal Argentina pronunciou-se este domingo (18/11) sobre a notícia através de um comunicado. “Após o encontro do Ara San Juan nas profundezas do Mar argentino, desejamos unir-nos aos sentimentos dos familiares, amigos e companheiros da tripulação”, lê-se na nota.

Cidade do Vaticano

Foi localizado no final de semana, nas profundezas do Oceano Atlântico, a 430Km da costas da Patagônia, o que resta do submarino argentino Ara San Juan. Encontra-se a cerca de 900 metros de profundidade, num abismo, não distante da zona rastreada um ano atrás.

Submarino não é recuperável

Entretanto, com toda probabilidade, não será possível recuperá-lo. A estrutura implodiu, provavelmente por um problema elétrico, e se considera que a tripulação, formada por 44 pessoas, tenha morrido imediatamente na explosão.

Numa nota, a proximidade dos bispos argentinos

A presidência da Conferência Episcopal Argentina pronunciou-se este domingo sobre a notícia através de um comunicado. “Após o encontro do Ara San Juan nas profundezas do Mar argentino, desejamos unir-nos aos sentimentos dos familiares, amigos e companheiros da tripulação”, lê-se.

“Saber onde se encontram seus entes queridos é um passo que ajuda a chorar por eles, porém, tal situação nos deve também impulsionar a homenagear suas vidas, doadas no cumprimento de seu serviço, e a conhecer o motivo desta tragédia”, prosseguem os bispos.

Convite a uma oração especial para o dia 20 de novembro

 

“Como todo o povo argentino estamos comovidos. Mas repetimos o que expressamos um ano atrás, quando o submarino desapareceu.” Isto é, que “nós cristãos encontramos conforto no sofrimento sobretudo no encontro com o Senhor Jesus, possível na oração e na fé”, acrescentam.

Por isso, lê-se ainda na nota, “desejamos convidar novamente os irmãos de cada uma de nossas comunidades, de cada paróquia e capelania ou centro de culto, a elevar a Deus, nosso Pai, uma oração especial no próximo dia 20 deste mês de novembro, dia da Soberania nacional, que nossos irmãos defenderam com a vida”.

(Sir)

19 novembro 2018, 19:24