Versão Beta

Cerca

Vatican News
André Azevedo Alves, Diretor do Centro de Estudos e Sondagens de Opinião da UCP André Azevedo Alves, Diretor do Centro de Estudos e Sondagens de Opinião da UCP 

Universidade Católica Portuguesa: “Formar com valores”

Diretor do Centro de Estudos e Sondagens da UCP analisa Estudo sobre impacto social, económico, científico e pastoral da Universidade ao longo dos 50 anos desta instituição da igreja católica em Portugal.

Domingos Pinto - Lisboa

“Encarar a Universidade como um projeto de serviço à comunidade”.

É o desafio que André Azevedo Alves, Diretor do Centro de Estudos e Sondagens de Opinião da UCP sublinha à VATICAN NEWS no contexto do Estudo sobre o impacto da “Católica” na sociedade portuguesa ao longos dos seus 50 anos de existência.

Um estudo divulgado no passado dia 11 de outubro no âmbito do encerramento das comemorações das bodas de prata da UCP, que foi agraciada pelo Presidente da República como Membro Honorário da Ordem da Instrução Pública.

Inédito em Portugal, este estudo lançado a toda a comunidade «alumni» da “Católica”, realça o impacto social, económico, científico e de inovação, e também pastoral da Universidade ao longo da sua história.

São cerca de 48 mil diplomados e mais de 166 mil empregos criados pelos alunos da UCP que teve um impacto de “cerca de 18 mil milhões de euros” na economia portuguesa ao longo deste meio século de vida, um valor que tem vindo a crescer e situa-se atualmente em mais de 600 milhões de euros por ano.

Os alunos da UCP criaram cerca de 6500 empresas, cerca de 1.700 ONG´s, 1171 investigadores, 30 patentes certificadas, um índice de satisfação dos alunos que supera os 87%, e cerca de 102 mil horas de voluntariado.

Ao nível pastoral, quer pela formação, quer pelo exercício da docência, a UCP conta com 19 bispos, 3 cardeais, 14 bispos formados, 5 bispos lecionam ou lecionaram, um Nobel da Paz D. Ximenes Belo, e 3 reitores de Universidades Católicas no estrageiro.

Números globais que são a marca do trabalho da igreja nesta área em Portugal, diz ao portal da Santa Sé o Diretor do Centro de Estudos e Sondagens de Opinião da UCP.

“Formar para os valores”, conclui André Azevedo Alves que destaca ainda o pontificado do Papa Francisco como “um pontificado marcado pelo desejo de chegar às periferias, de contactar e de incluir aqueles que se perceciona como mais excluídos”.

Ouça a análise de André Azevedo Alves

 

30 outubro 2018, 13:18