Versão Beta

Cerca

Vatican News
Padre José Vieira, Presidente da Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal Padre José Vieira, Presidente da Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal 

“Francisco é um Papa 100% missionário”

Presidente da Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal destaca Ano Missionário.

Domingos Pinto – Lisboa

“Dar um novo vigor apostólico à Igreja em Portugal”.

É desta forma que o Padre José Vieira, Presidente da Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal sublinha o sentido do Ano Missionário que a Conferência Episcopal Portuguesa promove em todas as dioceses católicas do país até outubro de 2019.

Uma iniciativa acompanhada da nota pastoral do episcopado intitulada ‘Todos, Tudo e Sempre em Missão’, na qual desafia os católicos a fazerem “a experiência da missão”.

“Sair. Irmos até uma outra paróquia, uma outra diocese, um outro país em missão, para sentirmos que somos chamados por vocação a sermos universais” - lê-se no documento da CEP que surge depois do Papa ter convocado um “mês missionário extraordinário” para outubro de 2019, por ocasião do centenário da Carta Apostólica Maximum Illud, de Bento XV.

Para o Padre José Vieira, o papa propõe esta celebração “sobretudo para recuperar o sentido da «Missão Ad Gentes», da missão como saída ao encontro das gentes, não só geográfica, mas também uma saída cultural e uma saída social”.

“A missão faz-se através da santidade. Quem fala de Deus deve ser um homem de Deus”, sublinha o provincial dos combonianos portugueses que diz que a missão, “não é uma propaganda, não é um proselitismo. É uma partilha daquilo que está dentro de nós”.

O Presidente da CIRP destaca ainda o pontificado de Francisco, “um papa 100% missionário. Desde o princípio que ele fala da igreja em saída, da igreja que vai às periferias. Portanto, ele define-nos, cada um de nós, como discípulos missionários”, explica o sacerdote.

”É um papa que abre a igreja ao mundo”, conclui o Padre José Vieira que pede aos Institutos Missionários que “ajudem as igrejas locais a serem mais missionárias” e a “criar um clima sustentável e favorável às vocações missionárias”.

Ouça a reportagem!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

22 outubro 2018, 11:13