Cerca

Vatican News
Mons Oscar Arnulfo Romero con Paolo VI Dom Romero com o Papa Paulo VI 

Dom Romero: Menos de um mês para a canonização

Falta menos de um mês para que Dom Romero seja oficialmente Santo, a população salvadorenha se prepara para viver o evento com muita alegria e espiritualidade. Roma preparou um intenso calendário de atividades para o evento. Na mesma cerimônia o Papa Paulo VI também será canonizado.

Patricia Ynestroza- Cidade do Vaticano

São muitas as atividades em preparação para a canonização de Dom Romero. Para os peregrinos que estarão na Praça São Pedro do Vaticano, assim como para os que irão acompanhar ao vivo, direto de seus de seus países, este maravilhoso evento. Na mesma cerimônia também será canonizado o Papa Paulo VI.

Desde que foi fixada a data e o lugar da cerimônia de canonização do futuro santo, o governo de El Salvador e a Igreja Católica iniciaram uma programação de atividades, para a preparação espiritual e logística de todos.

Programação em Roma

No dia 14 de outubro, Dom Oscar Arnulfo Romero, mártir e profeta que se entregou ao seu povo, será canonizado. Para o evento, foi organizado uma série de atividades para recordar o seu carisma. Nos dias 9 e 10 de outubro serão realizadas várias conferências no Vaticano e no Colégio Pio Latino-Americano sobre a vida do futuro santo e do Papa Paulo VI.

Na quinta e sexta-feira, 11 e 12 de outubro, serão dedicados ao futuro santo vários eventos culturais. Um recital com a cantora salvadorenha de música cristã, Inés de Viaud e a apresentação do musical “Romero”, dirigido pelo padre Lucas Pandolfi. No sábado 13 de outubro, em contemporânea Roma e El Salvador, serão realizadas vigílias à cerimônia de canonização.

Nos Jardins do Vaticano será rezado o Terço diante da imagem da Padroeira de El Salvador, Nossa Senhora da Paz e no bairro romano “EUR”, será inaugurada uma escultura de Dom Romero. Na tarde, será celebrada uma missa presidida pelo presidente da Cáritas Internacional, cardeal Luis Antonio Tagle, com testemunhos do cardeal Gregorio Rosa Chávez e o padre Gianpaolo Salvini sobre Paulo VI. O evento é organizado pela Cáritas Internacional.

Às nove da noite terá início a vigília de oração na igreja de Santa Maria in Capitelli, dirigida pela associação amigos de Romero. No domingo, dia 14, depois da cerimônia de canonização, às três da tarde na igreja de Santo Spirito in Sassia, será realizada a oração da Coroa da Divina Misericórdia. Na segunda-feira, dia 15, na Basílica de Santa Maria in Trastevere será realizada uma missa de ação de graças.

Programação em El Salvador

Em El Salvador, no dia da canonização será realizada uma peregrinação a partir das três da tarde seguida por um ato religioso-cultural na Praça do Divino Salvador do Mundo, e se concluirá na Catedral Metropolitana. De forma paralela, será realizada uma festa popular na catedral com concertos e encontro com os jovens.

Às oito da noite, será celebrada a Santa Missa em vista da canonização do Beato Romero, na conclusão da cerimônia eucarística terá início o momento de Vigília em todo o país, com um encontro e concerto popular, na espera do início da cerimônia no Vaticano que será transmitida ao vivo.

Às quatro e meia da madrugada, na conclusão da vigília, os fiéis irão até a cripta da Catedral Metropolitana em oração.

Preparação espiritual para o evento

A Igreja pediu que, depois da cerimônia de canonização, este evento não permaneça de forma isolada, porque se trata de um acontecimento eclesial que dá origem a um verdadeiro movimento de renovação da espiritualidade da Igreja Católica, que nos leva a voltar às fontes da revelação e leva a um compromisso de transformação das realidades temporais aproximando-as às vontades de Deus. Por este motivo foi realizada uma preparação espiritual de três meses, até a conclusão da cerimônia litúrgica no Vaticano.

Ouça e compartilhe
20 setembro 2018, 12:27