Versão Beta

Cerca

Vatican News
Carlo Acutis Carlo Acutis 

Carlo Acutis, agora Venerável: Eucaristia, minha autoestrada para o céu

Na sexta-feira, o Papa Francisco autorizou a Congregação para as Causas dos Santos a promulgar o Decreto relativo às virtudes heróicas do Servo de Deus que morreu em Monza em 12 de outubro de 2006, com apenas 15 anos de idade.

Cidade do Vaticano

Com o título de venerável, a Igreja reconhece que Carlos viveu as virtudes cristãs em um grau heroico. É o primeiro passo que o levará, se nos planos de Deus, primeiro à beatificação e depois à canonização.

Todos nascem como originais, mas muitos morrem como fotocópias

Ele é conhecido em todo o mundo graças às suas extraordinárias habilidades informáticas que colocou a serviço do Evangelho e da Igreja.

 

Por meio da Internet e das redes sociais, levou Jesus entre seus coetâneos e aqueles que entravam em contato com ele. Por esta ação inovadora, pode ser considerado como um modelo de referência para quem trabalha no mundo da comunicação social.

Seu lema era: "Todos nascem como originais, mas muitos morrem como fotocópias". Para ele, toda pessoa nasceu como um ser único e irrepetível.

Amor pela Eucaristia e pela Virgem Maria

 

O amor pela Eucaristia e pela Virgem Maria foram os alicerces da sua vida. Ele viveu em amizade íntima com Jesus e sua presença constante. De profunda oração e frequência aos Sacramentos, ele compreendera que, para uma ação missionária efetiva, era necessária uma autêntica vida espiritual. Daí a participação na Missa diária desde os sete anos de idade e a recitação do Santo Rosário, o encontro mais galante do dia com a única mulher da sua vida - a Virgem Maria.

A vida em Cristo é bela e deve ser vivida em plenitude

 

Carlo tem uma mensagem para os jovens de hoje: a vida em Cristo é bela e deve ser vivida em plenitude; as realidades eternas são autênticas e a pessoa está imersa nelas em mais do que se acredita. Desde a infância ele mostrou uma grande caridade para com o próximo. Extraordinário foi seu amor, antes de tudo, pelos pais e depois pelos os pobres, os sem-teto, os marginalizados e os idosos abandonados e solitários.

Ele usava suas as economias para ajudar os mendigos e aqueles que dormiam ao ar livre. Ele organizava feiras na paróquia para ajudar as missões com os fundos arrecadados.

Eucaristia, autoestrada para o céu

 

Carlo era um garoto absolutamente normal. Fazia as coisas que todas as crianças de hoje fazem: usava o computador, brincava com os amigos, levava uma vida semelhante à dos seus amigos.
A única grande diferença é que havia colocado no centro de seu dia o encontro com Jesus Eucarístico com a Missa e da Adoração que fazia sempre antes ou depois da celebração.

A Eucaristia diária tornou-se uma necessidade real para ele. Sua frase famosa é: "A Eucaristia é a minha autoestrada para o céu". Dizia que todos nós somos chamados a sermos discípulos amados como João o Apóstolo, o grande cantor da Eucaristia.

Exemplo para as novas gerações

 

Por esta sua sensibilidade, Carlo demonstrou uma grande capacidade de saber perceber as necessidades e exigências de seu tempo, oferecendo uma resposta adequada, oferecendo uma contribuição importante para o trabalho de evangelização.

Por meio de sua ação e da sua conduta, ele representa um modelo crível de um jovem que sabe seguir com coragem e firmeza o caminho indicado pelo Senhor, apesar das dificuldades, incompreensões, obstáculos e até do escárnio daqueles que são próximos a ele. O reconhecimento de suas virtudes heroicas constituem um estímulo para as novas gerações seguirem a Cristo.
 

07 julho 2018, 11:27