Versão Beta

Cerca

Vatican News
Ator Ruy de Carvalho Ator Ruy de Carvalho 

Prémio Árvore da Vida 2018 para o ator Ruy de Carvalho

No âmbito da 14ª Jornada Nacional da Pastoral da Cultura em Portugal, que decorreu em Fátima, foi atribuído o Prémio Árvore da Vida / Padre Manuel Antunes 2018 ao ator Ruy de Carvalho de 91 anos. Uma distinção atribuída pelo seu “testemunho de vida e de humanismo”.

Rui Saraiva - Porto

No sábado dia 2 de junho em Fátima, Portugal, o ator Ruy de Carvalho recebeu o Prémio Árvore da Vida/Padre Manuel Antunes 2018. Foi no âmbito da 14ª Jornada Nacional da Pastoral da Cultura.

Na ocasião, D. João Lavrador, bispo de Angra e presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais, falou num “justo prémio” para uma figura que ajuda a “engrandecer” a própria distinção, por causa de um “notável currículo” fruto de “competência profissional e humana”.

Do júri deste prémio fizeram parte D. João Lavrador; o padre Américo Aguiar, presidente do Conselho de Gerência do Grupo Renascença; o padre António Trigueiros, diretor da revista “Brotéria”; Maria Teresa Dias Furtado, professora da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa; Guilherme d’Oliveira Martins, administrador-executivo da Fundação Calouste Gulbenkian; e José Carlos Seabra Pereira.

Carreira e entrevista

Ruy de Carvalho nasceu em Lisboa, a 1 de março de 1927, estreou-se em 1942, numa peça encenada por Francisco Ribeiro (Ribeirinho), e anunciou a reforma em 1998, quando interpretava “Rei Lear”, de Shakespeare, para o Teatro Nacional D. Maria II, mas prosseguiu a carreira durante mais duas décadas, pelos palcos, pelo cinema, pela televisão.

Ruy de Carvalho concedeu uma entrevista às jornalistas Maria João Costa da Rádio Renascença e Lígia Silveira da Agência Ecclesia. Publicamos aqui excertos desta entrevista que o Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura publicou no seu site. Ruy de Carvalho começou por considerar ser um “homem de fé” e revelou ter sido uma “surpresa muito grande” a atribuição deste prémio.

O ator português afirmou ainda nesta entrevista a beleza da sua profissão caraterizando-a como um serviço. E disse: “não sou diferente de ninguém, tenho é jeito para representar”.
Ruy de Carvalho declarou-se nesta entrevista como franciscano, recordando ter feito “A vida de S. Francisco de Assis” e estar hoje “muito feliz” por ter “um Papa chamado Francisco”.

O ‘Prémio Árvore da Vida-Padre Manuel Antunes’, composto pela escultura ‘Árvore da Vida’, de Alberto Carneiro, e um montante de 2500 euros, foi instituído em 2005 pelo Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura, contando desde então com o patrocínio do grupo Renascença Comunicação Multimédia.

“Sal da Terra, Luz do Mundo” é aqui em Vatican News, Notícias do Vaticano, em língua portuguesa.

Laudetur Iesus Christus

Ouça a reportagem completa
05 junho 2018, 12:26