Cerca

Vatican News
Igreja em Dresden, Alemanha Igreja em Dresden, Alemanha  (ANSA)

Eleito novo presidente da Conferência das Igrejas Europeias

Fortalecimento do diálogo e do encontro, assim como o testemunho das Igrejas na Europa e à Europa, estão entre os objetivos do reverendo Christian Krieger.

Cidade do Vaticano

O reverendo Christian Krieger é novo presidente da Conferência das Igrejas Europeias, o organismo ecumênico que reúne 116 Igrejas ortodoxas, protestantes, anglicanas e vétero-católicas de todos os países europeus.

Ele foi eleito na tarde de 4 de junho pela Assembléia Geral da CIE, reunida em Novi Sad, Sérvia. Na ocasião também foram nomeados dois vice-presidentes: o metropolitana (Patriarcado Ecumênico) Cleopas Strongylis e a reverenda Gulnar Francis-Dehqani (Igreja da Inglaterra).

Fortalecer o diálogo e a reunião

 

Entre suas primeiras declarações, o rev. Krieger afirmou que "o primeiro objetivo pertence à comunidade de igrejas na Europa. Quero fortalecer o diálogo, o encontro. O segundo objetivo diz respeito ao testemunho das Igrejas na Europa e à Europa e o compromisso em fortalecer também o trabalho social, a partir de problemas econômicos e das questões migratórias".

Krieger é presidente da Igreja Reformada da Alsácia e Lorena, e vice-presidente da União das Igrejas Protestantes na Alsácia e Lorena e da Federação Protestante da França.

Agir unidos como corpo de Cristo

 

Originário da Grécia, Cleopas Strongylis foi eleito metropolitana da Suécia e todos os países escandinavos e ordenado no episcopado em 2014 pelo Patriarca Ecumênico Bartolomeu I.

"O aspecto mais importante do nosso trabalho – afirmou - deveria ser agir unidos como corpo de Cristo por um futuro melhor, por uma Europa melhor, e em particular, pelos nossos jovens".

Empenhar-se pelos refugiados

 

"A minha prioridade – acrescentou por sua vez a episcopisa Francis-Dehqani - é a de estar compromissada com os outros no trabalho sobre questões relacionadas aos refugiados e ao movimento de pessoas em toda a Europa."

Originária do Irã, desde 2017 serve a Igreja da Inglaterra como episcopisa de Loughborough, com um mandato específico para trabalhar com as diferentes culturas e comunidades de minorias étnicas dentro da diocese.

(Agência SIR)

06 junho 2018, 12:57