Versão Beta

Cerca

Vatican News
Deterioração da situação dos cristãos no Oriente Médio preocupa CMI Deterioração da situação dos cristãos no Oriente Médio preocupa CMI  (AFP or licensors)

CMI lança apelo pela libertação de arcebispos sírios sequestrados em 2013

Os arcebispos sírio-ortodoxo Yohanna Ibrahim e o greco-ortodoxo Paul Yazigi foram sequestrados próximo a Aleppo, na Síria, em abril de 2013.

Cidade do Vaticano

O Comitê Central do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), durante a reunião realizada de 15-21 junho em Genebra, divulgou um comunicado reiterando a grave preocupação com a situação alarmante e em rápida deterioração dos cristãos no Oriente Médio.

O Comitê Central pediu a libertação de dois arcebispos sírios, o sírio-ortodoxo Yohanna Ibrahim e o greco-ortodoxo Paul Yazigi, sequestrados por homens armados próximo a Aleppo, na Síria, em abril de 2013, quando retornavam da fronteira turca para a cidade de Aleppo.

"Nós continuamos a rezar por seu retorno seguro às suas Igrejas, às suas comunidades e às suas famílias, como um sinal de esperança para todos os cristãos da Síria e da região", diz o comunicado.

O texto também afirma que "é necessário um novo pacto social em toda a região do Oriente Médio - uma narrativa comum desenvolvida e compartilhada por todas as comunidades de países da região ' com base em uma compreensão inclusiva da cidadania e dos direitos humanos, constitucionalmente garantida, e sob o qual todas as Igrejas e comunidades de fé, com suas diferentes identidades étnicas, religiosas e culturais, possam viver e prosperar no amor e na graça dados a todos por Deus." (SIR)

Ouça e compartilhe!

 

30 junho 2018, 09:03