Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Ter uma visão da realidade cubana e agir de forma sinodal com as Igrejas irmãs do Sul e da América Central, defendem os bispos Ter uma visão da realidade cubana e agir de forma sinodal com as Igrejas irmãs do Sul e da América Central, defendem os bispos  (ANSA)

Bispos cubanos: anúncio do Evangelho na sinodalidade

A Conferência Episcopal de Cuba realizou uma Assembleia extraordinária em Havana, de 28 a 30 de maio. Um encontro de estudos, reflexão e trabalho de organização pastoral, conduzido na insígnia da colegialidade.

Cidade do Vaticano

Ter uma visão da realidade cubana e agir de forma sinodal com as Igrejas irmãs do Sul e da América Central, elaborando as diretrizes da ação pastoral que deverá orientar a vida da Igreja na Ilha.

Com esta abordagem, a Conferência Episcopal de Cuba realizou uma Assembleia extraordinária em Havana, de 28 a 30 de maio. Como comunicado à Agência Fides, foi um encontro de estudo, reflexão e trabalho de organização pastoral, conduzido na insígnia da colegialidade.

Um primeiro momento de estudo guiado pelo presidente da Conferência, Dom Emilio Aranguren Echeverria, bispo de Holguin, tratou sobre o significado de viver a colegialidade e a sinodalidade, ilustrando e comentando o texto publicado pela Comissão Teológica Internacional "A sinodalidade na vida e na missão da Igreja".

Compartilhar ação pastoral

 

O tempo de partilha e reflexão permitiu que todos os participantes pudessem avaliar o que acontece nas Igrejas locais dos países vizinhos, com as quais são compartilhadas as ações pastorais: o México, onde foram assassinados dois sacerdotes; a Nicarágua, onde a Conferência Episcopal preside a Mesa do Diálogo; a Venezuela, onde a voz da Igreja continua a pedir eleições honestas; o Chile, que vive um estreito contato com o Papa; o Panamá, que prepara a JMJ, e assim com outras Igrejas irmãs.

As dioceses no campo de caridade

 

Os bispos sublinharam a contribuição de todas as dioceses no campo caritativo, assistencial, educativo e a obra levada adiante nas dioceses por meio das congregações religiosas, centros eclesiais, Caritas, associações eclesiais, caracterizando o espírito do “caminhar junto” para anunciar o Evangelho de Cristo ao mundo.


(Agência Fides)

12 junho 2018, 14:55