Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Situada no Baixo Jequitinhonha, a diocese é formada por dezessete municípios Situada no Baixo Jequitinhonha, a diocese é formada por dezessete municípios 

A realidade eclesial da Diocese de Almenara, Vale do Jequitinhonha

Situado numa região anteriormente considerada uma das mais empobrecidas do Brasil, de alguns anos para cá o Vale do Jequitinhonha tem progredido, tornando-se “próspero até, dando sinais de vitalidade”, ressalta Dom Cabral.

Raimundo de Lima - Cidade do Vaticano

Amigo ouvinte, o quadro “O Brasil na Missão Continental” continua dando voz aos nossos pastores, apresentando-nos suas dioceses e os desafios pastorais nas muitas realidades em que se encontram.

Região tem dado sinais de vitalidade

Hoje trazemos a participação do bispo da Diocese de Almenara, Dom José Carlos Brandão Cabral, desde outubro de 2013 à frente desta Igreja particular do estado de Minas Gerais.

Situada na região do Vale do Jequitinhonha, a circunscrição eclesiástica encontra-se propriamente no chamado “Baixo Jequitinhonha”, como nos explica nosso convidado.

Formada por dezessete municípios, a diocese tem igual número de paróquias, com um clero de nove padres diocesanos e cerca de dez sacerdotes religiosos e conta ainda com a presença de seis congregações religiosas femininas que atuam nas diversas áreas da caminhada da diocese.

Descrevendo-nos o contexto geográfico, social e econômico em que esta se encontra inserida, Dom Cabral diz tratar-se de uma região anteriormente considerada uma das mais empobrecidas do Brasil, mas que de alguns anos para cá o Vale do Jequitinhonha tem progredido, tornando-se “próspero até, dando sinais de vitalidade”, ressalta o bispo de Almenara. Vamos ouvir (ouça na íntegra clicando acima).

17 maio 2018, 13:02