Versão Beta

Cerca

Vatican News
Card. Jean Louis Tauran Card. Jean Louis Tauran 

Cardeal Tauran celebra com a pequena comunidade católica na Arábia Saudita

O cardeal Jean-Louis Tauran presidiu uma Missa em Riad, para a pequena comunidade católica na Arábia Sudita.

Cidade do Vaticano

No último dia 15 de abril o Cardeal Jean-Louis Tauran, presidente do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso, celebrou uma missa em Riad, para a pequena comunidade católica que vive na Arábia Saudita.

O Cardeal está na capital para uma série de encontros de alto nível com líderes muçulmanos, e também para encorajar os cristãos – principalmente os imigrantes que desenvolvem trabalhos humildes – testemunhando a eles o quanto o Pontífice e a Santa Sé os tem presente na oração.

A missa, que foi muito participada, foi concelebrada pelo bispo secretário do dicastério, o comboniano Miguel Ángel Ayuso Guixot, e pelo Monsenhor Khaled Akasheh, responsável pelo departamento que mantém o diálogo com o Islam.

Na sua homilia,  o cardeal Tauran afirmou que num contesto como o da Arábia Saudita, “a religião e o trabalho podem unir-se no serviço do homem e da verdade“. Afirmou ainda que “é possível para os cristãos e muçulmanos viverem juntos“, explicando que “pertencemos a mesma família de Deus e por séculos conseguimos conviver pacificamente“.

 

O purpurado sublinhou que as duas religiões “apreciam as virtudes como a honestidade, a capacidade de escutar e o senso de hospitalidade“.

Depois de ter assegurado que “estamos prontos a ajudar de todas as formas a ter uma boa formação intelectual e profissional“, o cardeal considerou como graça, o diálogo inter-religioso praticado na vida cotidiana:  "todos experimentamos o fato de devermos nos confrontar com as mesmas provas e assim, como crentes, somos chamados a ser obedientes a Deus e a construir a paz lá onde vivemos e trabalhamos“.

O Cardeal convidou a contribuir “para fazer deste mundo um lugar onde seja belo viver“ e a “defender sempre dignidade da pessoa humana“. Nesta perspectiva, o cardeal Tauran reiterou que a “cultura e a educação são as duas pilastras em que se apoiam cada civilização“.

E falando às pessoas que buscam melhorar de vida, o presidente do dicastério para o diálogo inter-religioso recordou que “devemos sempre ser respeitados na nossa dignidade e direitos humanos inalienáveis“. Por isto, estou “feliz de ver que o diálogo inter-religioso e intercultural estão progredindo“. E complementou, dizendo que “o Papa incentiva que a liberdade religiosa se torne sempre mais uma realidade“.

Desta forma – exortou ao concluir - “contribuam para transformar a vossa presença no país que vos acolhe, em uma casa onde a oração esteja em primeiro lugar, a solidariedade seja uma realidade concreta e a fraternidade uma luz que resplende sobre todos“.

 

18 abril 2018, 12:52