Versão Beta

Cerca

VaticanNews
MEXICO-CRIME-VIOLENCE-STUDENTS-PROTEST Manifestação contra a violência no México  (AFP or licensors)

Mais um sacerdote assassinado no México

No dia 25 de abril foi encontrado na cidade de Cuernavaca, Morelos, o corpo do idoso sacerdote Moisés Fabila Reyes, que fazia parte do clero da arquidiocese da Cidade do México, e exercia seu ministério na Basílica Nacional de Guadalupe. É o terceiro sacerdote assassinado só no mês de abril.

A arquidiocese lançou um comunicado, através do seu departamento de comunicações , no qual “informa com dor que na quarta-feira, 25 de abril, foi encontrado na cidade de Cuernavaca, Morelos, o corpo do sacerdote Moisés Fabila Reyes, que fazia parte do clero da arquidiocese da Cidade do México e exercia seu ministério na Basílica Nacional de Guadalupe”. O texto conclui com a participação na dor dos familiares e amigos do padre Moisés e garantindo a oração pelo repouso eterno da sua alma.

Moisés Fabila Reyes

Segundo informações da Agência Fides, o idoso sacerdote, 83 anos, tinha sido sequestrado dia 3 de abril enquanto viajava com seus familiares da Cidade do México a Cuernavaca, e teria sido morto antes do pagamento do resgate por parte dos familiares, por causa das suas precárias condições de saúde e pela prisão. Nascido em 15 de dezembro de 1934 no Vale de Bravo, Estado do México, foi ordenado sacerdote em 29 de junho de 1961 na Catedral do México. Trata-se do terceiro sacerdote morto no México desde o início do mês de abril.

Outros sacerdotes mortos

Na noite de 20 de abril, Pe. Juan Miguel Contreras García, 33 anos, ordenado sacerdote há pouco tempo, foi morto no final da missa que tinha celebrado na paróquia São Pio de Pietrelcina de Tlajomulco, Estado de Jalisco, encontrava-se na paróquia porque devia substituir um outro sacerdote que estava sendo ameaçado de morte. Enquanto que Padre Rubén Alcántara Díaz, 50 anos, vigário judicial da diocese de Izcalli, no município de Cuautitlán, foi assassinado na noite de 18 de abril, a facadas, no seu escritório junto da igreja de Nossa Senhora do Carmo, no bairro Cumbria.

27 abril 2018, 11:55