Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Santuário de Aparecida Santuário de Aparecida 

Começa a 56ª Assembleia Geral da CNBB

São mais de 300 os bispos de todo o país que nesta Assembléia Geral estudarão a atual situação dos seminários e darão diretrizes para a formação de novos padres.

Silvonei José – Aparecida

Teve início na manhã desta quarta-feira no Santuário Nacional de Aparecida a 56ª Assembleia Geral da CNBB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. O dia começou com a celebração Eucarística na “Casa da Mãe” presidida pelo presidente da CNBB, o arcebispo de Brasília, Cardeal Sérgio da Rocha. Depois da celebração os trabalhos tiveram início no Centro de Eventos padre Vítor Coelho de Almeida. O tema central do encontro que se concuirá no próximo dia 20 de abril é: Diretrizes para a formação dos presbíteros na Igreja no Brasil.

Tem início Assembleia dos Bispos em Aparecida

São mais de 300 os bispos de todo o país que nesta Assembléia Geral estudarão a atual situação dos seminários e darão diretrizes para a formação de novos padres.

Entre os documentos que devem nortear as reflexões está a Ratio Fundamentalis Instituitionis Sacerdotalis. A instrução foi publicada no dia 8 de dezembro de 2016, atualizando as orientações de 1985. O texto explicita às Igrejas locais como realizar a formação dos futuros presbíteros e a necessidade de formação permanente.

Os bispos deverão votar contribuições que passarão a integrar um texto base. As contribuições serão enviadas ao Vaticano serão analisadas. Só então, o texto se tornará um documento da CNBB que orientará a formação de novos presbíteros no Brasil.

Ainda durante os trabalhos haverá a eleição dos delegados e suplentes para a XV Assembleia Gerall Oridnária do Sínodo dos Bispos, marcada para outubro deste ano, no Vaticano.

Rotina de oração e trabalho

 

Diariamente, antes das plenárias, os bispos participarão da missa das 7h30 no Altar Central da Basílica de Aparecida. O momento contará também com a oração é cântico das Laudes, oração matutina da Igreja. Logo após, o episcopado se reúne ao longo de todo o dia no Centro de Eventos padre Vítor Coelho de Almeida.

Também integram as atividades do dia entrevistas coletivas com os bispos às 15h.

Quadro episcopal citado pela CNBB

 

Segundo os dados atualizados pelo professor doutor Fernando Altemeyer Junior, chefe do departamento de Ciência da Religião da PUC-SP, o quadro geral da organização da Igreja no Brasil está desenhado do seguinte modo:

Circunscrições eclesiásticas

 

No Brasil há 277 circunscrições eclesiásticas: 44 arquidioceses ou sedes metropolitanas, 216 dioceses, nove prelazias territoriais, uma arquieparquia de rito oriental, três eparquias orientais, um ordinariato militar, um exarcado, um ordinariato para fieis de rito oriental sem ordinário próprio, uma Administração Apostólica pessoal. A organização na Igreja Católica do Brasil acontece através da rede de 11.700 paróquias e 50.159 centros de atendimento pastoral.

Ministérios e ministros

 

Ministérios e ministros na evangelização são: 27.416 presbíteros, 3.849 diáconos permanentes, 2.073 membros de institutos seculares, 122.170 missionários leigos, 2.674 irmãos, 6.154 seminaristas maiores em 595 seminários de formação presbiteral, 29.868 religiosas consagradas e 700.000 catequistas.

Episcopado

 

O episcopado católico brasileiro entre vivos e falecidos de 25/02/1551 até 01/04/2018 somam 1.153 nomes: um Abade-bispo, 22 cardeais que são arcebispos, 209 arcebispos, 802 bispos, 95 prelados, três prefeitos, 11 administradores apostólicos, dois exarcas e oito eparcas. São 477 bispos vivos e 676 bispos falecidos.

Perfil dos bispos vivos em 01/04/2018: 383 brasileiros, ou seja, 80,3% e 94 estrangeiros, ou seja, 19,70%.

Origem geográfica dos 676 bispos falecidos até 01/04/2018: 435 brasileiros, ou seja, 64,4% e 241 estrangeiros, ou seja, 35,6%.

Todos os 1153 bispos católicos vivos e falecidos do Brasil até 01/04/2018: 817 brasileiros, ou seja, 71 % e 336 estrangeiros, ou seja, 29%.

Atualmente temos 476 bispos vivos no Brasil indicados pelos seguintes pontífices: 2 nomeados pelo papa São João XXIII; 39 foram nomeados pelo papa beato Paulo VI; nenhum bispo nomeado pelo bem-aventurado papa João Paulo I; 229 bispos nomeados pelo papa São João Paulo II; 125 nomeados pelo papa Bento XVI; 81 nomeados desde 19/03/2013 até 01/04/2018 pelo atual papa Francisco.

Episcopado atual

 

Há 308 bispos ativos na hierarquia católica no Brasil (com voz e voto na CNBB):

105 nomeados pelo papa São João Paulo II;

122 nomeados pelo papa Bento XVI, hoje emérito;

81 nomeados pelo atual papa Francisco.

Há 168 bispos eméritos: 2 nomeados pelo papa São João XXIII;

39 nomeados durante o papado de Paulo VI;

124 nomeados pelo papa São João Paulo II;

3 nomeados pelo papa Bento XVI;

Nenhum nomeado pelo atual papa Francisco.

Assembleia 2018

 

Episcopado reunido como CNBB: 476 pastores, sendo 308 bispos na ativa e 168 bispos eméritos (aposentados). Os bispos oriundos do clero diocesano são 279 pessoas, ou seja, 58,6% do episcopado e os que pertenceram a uma ordem ou congregação de vida consagrada são 198 pessoas, ou seja, 41,4% do episcopado brasileiro. por função institucional temos: Cardeais: 6 diocesanos + 3 religiosos. Arcebispos: 42 diocesanos + 29 religiosos. Bispos: 231 diocesanos + 165 religiosos.

Sobre a preparação do Santuário para receber tantos bispos, nós conversamos com o Reitor do Santuário Nacional, Padre João Batista.

 

11 abril 2018, 07:44