Versão Beta

Cerca

Vatican News
Papa Francisco Papa Francisco 

Gestos do Papa Francisco são proféticos, vêm do coração de Deus

Referindo-se ao grande interesse dos fiéis pelo magistério do Papa, o bispo da diocese mineira de Caratinga, Dom Emanuel Messias de Oliveira, afirma que o que Francisco fala é "profético e é um gesto que vem do coração de Deus".

Raimundo de Lima - Cidade do Vaticano

Amigo ouvinte, o quadro “Nova Evangelização e Concílio Vaticano II” traz a participação do bispo da Diocese de Caratinga – MG, Dom Emanuel Messias de Oliveira, sendo nosso convidado de hoje para este espaço de formação e aprofundamento.

Grande interesse dos fiéis pelo magistério do Papa

Um dos temas sobre os quais temos insistido neste quadro é o da caminhada da Igreja na América Latina na esteira do Concílio ao longo destes mais de 50 anos da realização deste que foi o maior evento religioso do Séc. XX, representando uma primavera na vida da Igreja, um sopro do Espírito Santo, que é quem conduz a Igreja.

Recordamos ter já ressaltado neste espaço que os frutos da Conferência de Aparecida têm sido estendidos à Igreja universal e para muito além de suas fronteiras graças ao impulso que o Papa Francisco tem dado a uma evangelização que torna o povo de Deus, em seu conjunto, ‘discípulo missionário’, como queria o Vaticano II.

 

Pois bem, nesta mesma linha nosso convidado de hoje destaca que o então cardeal-arcebispo de Buenos Aires, Bergoglio, presidiu a comissão de redação do Documento de Aparecida – um documento de muita abertura –, e que agora o Papa Francisco o está colocando para o mundo. Dom Emanuel diz acreditar ser uma contribuição não apenas do Papa Francisco, mas da Igreja na América Latina para a Igreja no mundo inteiro.

Referindo-se ao grande interesse dos fiéis pelo magistério do Papa, afirma que tudo o que Francisco fala é um gesto profético e é um gesto que vem do coração de Deus. Vamos ouvir (ouça clicando acima).

28 abril 2018, 13:12