Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Diálogo inter-religioso Diálogo inter-religioso  (Ossevatore Romano)

Comunidade Santo Egídio: 50 anos de dedicação à paz, aos pobres, aos doentes e ao diálogo.

Comunidade Santo Egídio completa 50 anos de dedicação ao diálogo inter-religioso, à paz e ao cuidado dos doentes e dos pobres.

Cidade do Vaticano

No dia 7 de fevereiro de 1968, nasce a comunidade Santo Egídio. Uma comunidade dedicada a mediação de paz, de encontros intereligiosos e também aos pacientes com o vírus da Aids com o programa Dream.  Em entrevista ao Vatican News, Marco Impagliazzo, o presidente da comunidade fala dos milhares de colaboradores em todo o mundo.

A comunidade de Santo Egídio cumpre meio século de atividade. Nascida no ano de 1968 no coração de Roma, no Trastevere, foi fundada por Andrea Riccardi, e hoje conta com milhares de colaboradores em todo o mundo, assim como importantes sucessos na iniciativa pela paz, como aquele alcançado na tentativa de pacificação em Moçambique.

No ano de 1987 recolhe o testemunho de João Paulo II que um ano antes convocou as religiões do mundo em Assis para uma oração pela paz.  Desde então, nas pegadas do Espírito de Assis, cada ano a comunidade organiza encontros internacionais em diversas cidades do mundo. 

Hoje Santo Egídio, em um cenário internacional, é fortemente empenhada com o desarmamento da República Centro Africana, contra a pena de morte no mundo e ao lado dos portadores do vírus da Aids com o programa Dream. Acima de tudo, como explica o presidente da comunidade Marco Impagliazzo, “o sucesso é ter feito descobrir a tantos a alegria do Evangelho.”

07 fevereiro 2018, 15:14