Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi  (AFP or licensors)

Moçambique: "A paz é justiça social", Dom Luiz Lisboa

O Bispo da Diocese de Pemba, na província de Cabo Delgado, a norte de Moçambique, reconhece a importância dos passos que estão ser dados com vista a restauração de uma paz efectiva e duradoura no país. Dom Luiz Lisboa, falava a Rádio Vaticano esta quinta-feira (22), momentos após o seu desembarque no Aeroporto Internacional de Maputo.

Hermínio José - Maputo

O bispo da diocese de Pemba, reagindo ao anúncio público do Presidente da Republica, Filipe Nyusi, sobre os consensos alcançados no diálogo político com o líder da Renamo Afonso Dhlakama, afirma que esses passos dados constituem o reavivar da esperança do povo moçambicano para o alcance da paz no país.

Dom Luiz Lisboa defende abertura dos debates

 

Na semana finda o Chefe de Estado submeteu a Assembleia da República, a proposta de lei sobre a descentralização, para ser discutida pelos deputados. Mas, afirma, o presidente da Comissão Episcopal de Justiça e Paz, que os debates a volta dos consensos alcançados devem ser abertos a outros segmentos da sociedade civil.

A paz é também fruto de justiça social

 

A 4 de Outubro deste ano, Moçambique comemora os 26 anos dos Acordos de Roma, que puseram fim à guerra civil de 16 anos no país. Volvidos 26 anos da assinatura do Acordo de Paz, Dom Luiz Lisboa afirma que a paz não  apenas a ausência da guerra, a paz e também sinónimo de justiça social.

De referir que o Presidente da Republica de Moçambique, manteve esta semana encontro com o líder da Renamo, em Gorongosa, centro do pais, para tratarem de assuntos militares no âmbito do diálogo político entre as duas partes.

Ouça a reportagem!

 

23 fevereiro 2018, 14:36