Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Altar dedicado a São Pio X na Basílica de São Pedro Altar dedicado a São Pio X na Basílica de São Pedro  (Vatican Media)

Moçambique: Seminário S. Pio X abre ano acadêmico

O Seminário Maior inter-diocesano S. Pio X em Maputo, em Moçambique, abriu esta terça-feira (6) o ano académico 2018 com uma cerimónia oficial presidida pelo arcebispo de Maputo, Dom Francisco Chimoio.

Hermínio José – Maputo

O Seminário inter-diocesano S. Pio X em Maputo, abriu esta terça-feira (6), o ano académico 2018. A cerimónia oficial foi presidida pelo arcebispo de Maputo, Dom Francisco Chimoio. No evento estiverem presentes estudantes seminaristas, docentes, sacerdotes, entre outras personalidades.

Segundo o reitor do Seminário S. PIO X, Pe. Marcos Mubango, este ano académico, ficará marcado na história, pelo número recorde de seminaristas, num total de 179, universo este que se afigura um enorme desafio para aquele estabelecimento formativo que normalmente acolhe não mais que 100 estudantes.

Jubileu dos 50 anos do "S. Pio X"

Ainda de acordo com o magnífico reitor, a celebração dos 50 anos da criação do Seminário S. Pio X, é também um marco importante para este ano. O Pe. Marcos Mubango, recordou que o Jubileu de Ouro é celebrado sob o lema:  "50 anos formando sacerdotes, para a consolidação da igreja local".

"A igreja é uma instituição de amor", Arcebispo de Maputo

Por seu turno, o arcebispo de Maputo, Dom Francisco Chimoio, durante a sua homilia de abertura do ano académico do Seminário S. Pio X, dirigindo-se aos seminaristas, afirmou que o ser pastor, não é uma honra, mas sim um peso, o peso do amor.

Segundo o arcebispo de Maputo, a igreja é uma instituição que tem o amor como o princípio e como fim, a liberdade. Só existe diálogo onde há amor.

De referir que este ano, o Seminário S. Pio X celebra os 50 anos de existência formativa e o Jubileu de Ouro é celebrado sob o lema: "50 anos formando sacerdotes, para consolidação da igreja local"

07 fevereiro 2018, 18:06