Versão Beta

Cerca

Vatican News
Papa Francisco em visita à Ilha de Lampedusa. Imigrados e refugiados aventuram-se no Mediterrâneo em busca de chegar à Europa Papa Francisco em visita à Ilha de Lampedusa. Imigrados e refugiados aventuram-se no Mediterrâneo em busca de chegar à Europa  (Vatican Media)

Igreja católica em Malta realizará encontro pela paz no Mediterrâneo

Anunciada recentemente pelo arcebispo de Perugia e presidente dos bispos italianos, cardeal Gualtiero Bassetti, a iniciativa ajudará o “intercâmbio de culturas e povos e a despertar a Europa a fim de que abrace os pobres que estão batendo às suas portas”.

Cidade do Vaticano

A Igreja católica maltesa “acolhe com alegria” a proposta lançada pela Conferência episcopal italiana (Cei) de um “Encontro de reflexão e de espiritualidade pela paz no Mediterrâneo”, de modo a “não permitir que o grito e as esperanças dos povos afoguem e sejam sepultados no Mediterrâneo”.

Pouca vontade política por parte de líderes europeus 

É o que escrevem o arcebispo de Malta, Dom Charles Jude Scicluna, e o bispo de Gozo, Dom Mario Grech, numa declaração na qual se denuncia que, “apesar das promessas feitas pelos líderes dos países europeus de responder concretamente às necessidades dos imigrados e refugiados”, parece haver “pouca vontade política de urgentemente levar em consideração esta causa de grande valor”.

Europa acolha pobres que batem às suas portas

Nesse sentido, a iniciativa anunciada recentemente pelo arcebispo de Perugia e presidente dos bispos italianos, cardeal Gualtiero Bassetti, ajudará o “intercâmbio de culturas e povos e a despertar a Europa a fim de que abrace os pobres que estão batendo às suas portas”.

Ouça reportagem

(L’Osservatore Romano)

07 fevereiro 2018, 18:30