Cerca

Vatican News
Atletas chegando a Pyeongchang, Coreia do Sul Atletas chegando a Pyeongchang, Coreia do Sul  (AFP or licensors)

Coreia: delegação vaticana nos Jogos Olímpicos de Inverno

A delegação da Santa Sé foi convidada a participar da inauguração dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang.

Cidade do Vaticano

Pela primeira vez, a Comissão Olímpica Internacional convidou formalmente uma delegação da Santa Sé, guiada pelo subsecretário do Pontifício Conselho para a Cultura, Mons. Melchor Sanchez de Toca, a participar da inauguração dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang, na Coreia do Sul, no próximo dia 9.

A delegação foi também convidada a participar da sessão olímpica, como observadora, de 5 a 7 deste mês. Trata-se de uma reunião dos membros do Comitê Olímpico Internacional (COI), uma assembleia geral do movimento, na qual se debaterá os grandes temas da agenda esportiva no mundo.

Delegação vaticana nos Jogos Olímpicos

“A abertura dos Jogos de Inverno em Pyeongchang, situada a poucos quilômetros da fronteira que separa as duas Coreias, fronteira mais militarizada do mundo, adquire um valor simbólico único por causa da presença de atletas da Coreia do Norte que participarão, formando um único comitê com os colegas da Coreia do Sul”, disse o Mons. Sanchez de Toca, conforme o jornal da Santa Sé, L’Osservatore Romano.

“Assim, a trégua olímpica permite continuar esperando num mundo sem guerras, não obstante os muitos conflitos atualmente em andamento”, sublinhou.

Como sinal de amizade, Mons. Sanchez de Toca entregará ao presidente do COI, o alemão Thomas Bach, e aos atletas coreanos, as camisas da Athletica Vaticana, equipe de corrida composta por funcionários da Santa Sé que a Secretaria de Estado deixou aos cuidados do Pontifício Conselho para a Cultura.

Um time que faz da solidariedade e da amizade as suas características esportivas fundamentais. Além disso, os “maratonistas do Papa”, que na Via Pacis de setembro passado, correram junto com a histórica equipe judaica de Maccabi e com os corredores da comunidade islâmica romana, em março próximo, correrão com a equipe protestante alemã de Lutherstad Wittenberg.

Será a primeira vez que uma representação simbólica do Vaticano participará não só da cerimônia, pois aconteceu no Rio de Janeiro em 2016, mas também da sessão olímpica. Enquanto isso, as relações de amizade e colaboração entre o COI e a Santa Sé, mesmo sem a possibilidade de participação olímpica direta dos “atletas do Vaticano”, continuam com vários projetos, como os Jogos Olímpicos da Juventude, previstos para outubro, em Buenos Aires .

01 fevereiro 2018, 19:29