Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Papa com os bispos do Chile durante visita apostólica ao país Papa com os bispos do Chile durante visita apostólica ao país  (Vatican Media)

Papa envia ao Chile Dom Scicluna para o caso de Dom Barros

Papa envia Arcebispo de Malta, Dom Charles J. Scicluna, ao Chile, para o caso do bispo de Osorno.

Cidade do Vaticano

Após algumas informações veiculadas recentemente sobre o caso de Dom Juan de la Cruz Barros Madrid,  bispo de Osorno, Chile, o Santo Padre dispôs que Dom Charles J. Scicluna, arcebispo de Malta e presidente do Colégio para o exame de recursos (em matéria de delicta graviora) na Sessão Ordinária da Congregação para a Doutrina da Fé, viaje para Santiago do Chile.

Sua missão é ouvir aqueles que expressaram o desejo apresentar ulteriores elementos em seu poder, referentes ao casos, diz um comunicado da Sala de Imprensa da Santa Sé.

“O bispo está fora da cidade hoje e disse que acolhe com fé e alegria tudo o que o Papa decidir, pedindo a Deus que resplandeça a verdade”, foi a resposta oficial da Diocese de Osorno ao saber da decisão do Santo Padre.

Um grupo de leigos e religiosos de Osorno pede há tempos a renúncia de Dom Barros, acusando-o de ter tido conhecimento dos abusos no âmbito do “escândalo Karadima”.

A Diocese concluiu o comunicado, invocando “a Santíssima Virgem Maria, para que todos possamos alcançar a paz”.

Também a Conferência Episcopal Chilena, em nota assinada pelo bispo de Melipilla, Dom Cristian Contreras Villarroel, reconhece que a nomeação de Dom Scicluna pelo Papa é “uma atitude de verdadeira escuta e proximidade pela realidade e os desafios da sociedade e da Igreja chilena”.

Os detalhes sobre a visita – precisam os bispos – “serão comunicados proximamente”.

Dom Scicluna enviado do Papa ao Chile]

 

30 janeiro 2018, 16:00