Cerca

Vatican News
Aram I, Catholicos armênio, celebra Natal Ortodoxo em Yerevan Aram I, Catholicos armênio, celebra Natal Ortodoxo em Yerevan  (AFP or licensors)

Igreja Armênia Apostólica ordena diaconisa

O arcebispo Sebouh Sarkissian, à frente da Arquidiocese armênio-apostólica de Teerã, afirmou que “o que eu fiz está em conformidade com a Tradição da Igreja, e nada mais”.

Cidade do Vaticano

Chama-se Ani-Kristi Manvelian, tem 24 anos e é anestesista a jovem ordenada diaconisa EM setembro passado na Catedral de São Gregório “o Iluminador”, de Teerã.

Fotos da cerimônia divulgadas em 5 de janeiro passado confirmam a ordenação realizada pelo arcebispo Sebouh Sarkissian, à frente da Arquidiocese armênio-apostólica de Teerã. Nas imagens, ela serve o altar durante a Divina Liturgia da vigília de Natal.

Ani – Kristi Manvelian – refere o blog oxbridgepartners.com – é uma leiga e não pertence a nenhuma congregação monástica feminina.

“O que eu fiz está em conformidade com a Tradição da Igreja, e nada mais”, declarou o arcebispo Sarkissian, cuja arquidiocese está sob jurisdição do Catholicosato da Grande Casa dA Cilicia dos Armênios.

O arcebispo também declarou que a sua decisão tem a intenção de “revitalizar a participação das mulheres também na nossa vida litúrgica”.

Entre as Igrejas do Oriente, também o Sínodo do Patriarcado Greco-ortodoxo de Alexandria do Egito, em novembro de 2016, havia decidido abrir o instituto do diaconato feminino, nomeando uma Comissão de Bispos “para um exame aprofundado da questão”.

A discussão sobre a eventual retomada da ordenação diaconal feminina e sobre o potencial papel das diaconisas nas atividades pastorais e na animação missionária, há tempos foi aberta nos institutos das instituições teológicas da Ortodoxia calcedônia.

(Ag. Fides)

16 janeiro 2018, 19:04