Versão Beta

Cerca

Vatican News
Aram I, Catholicos armênio, celebra Natal Ortodoxo em Yerevan Aram I, Catholicos armênio, celebra Natal Ortodoxo em Yerevan  (AFP or licensors)

Igreja Armênia Apostólica ordena diaconisa

O arcebispo Sebouh Sarkissian, à frente da Arquidiocese armênio-apostólica de Teerã, afirmou que “o que eu fiz está em conformidade com a Tradição da Igreja, e nada mais”.

Cidade do Vaticano

Chama-se Ani-Kristi Manvelian, tem 24 anos e é anestesista a jovem ordenada diaconisa EM setembro passado na Catedral de São Gregório “o Iluminador”, de Teerã.

Fotos da cerimônia divulgadas em 5 de janeiro passado confirmam a ordenação realizada pelo arcebispo Sebouh Sarkissian, à frente da Arquidiocese armênio-apostólica de Teerã. Nas imagens, ela serve o altar durante a Divina Liturgia da vigília de Natal.

Ani – Kristi Manvelian – refere o blog oxbridgepartners.com – é uma leiga e não pertence a nenhuma congregação monástica feminina.

“O que eu fiz está em conformidade com a Tradição da Igreja, e nada mais”, declarou o arcebispo Sarkissian, cuja arquidiocese está sob jurisdição do Catholicosato da Grande Casa dA Cilicia dos Armênios.

O arcebispo também declarou que a sua decisão tem a intenção de “revitalizar a participação das mulheres também na nossa vida litúrgica”.

Entre as Igrejas do Oriente, também o Sínodo do Patriarcado Greco-ortodoxo de Alexandria do Egito, em novembro de 2016, havia decidido abrir o instituto do diaconato feminino, nomeando uma Comissão de Bispos “para um exame aprofundado da questão”.

A discussão sobre a eventual retomada da ordenação diaconal feminina e sobre o potencial papel das diaconisas nas atividades pastorais e na animação missionária, há tempos foi aberta nos institutos das instituições teológicas da Ortodoxia calcedônia.

(Ag. Fides)

16 janeiro 2018, 19:04