Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Cristãos festejam o Natal no Curdistão iraquiano Cristãos festejam o Natal no Curdistão iraquiano  (AFP or licensors)

Iraque: primeiro hospital católico após derrota do EI terá direção jovem

Um médico e uma dentista, caldeus, casados, ambos com 28 anos, foram chamados a administrar aquele que será o primeiro hospital católico no Iraque. Atualmente completam sua formação na Austrália

Cidade do Vaticano

O primeiro hospital católico para as vítimas da guerra e do terrorismo na região do Curdistão iraquiano será dirigido por um jovem casal de esposos caldeus.

O médico e a dentista foram convidados pelo Arcebispo caldeu de Irbil, Dom Bashar Warda a assumir a responsabilidade à frente daquele que será o primeiro – e até o momento único - hospital administrado pela Igreja Católica no Iraque após a queda da facção Estado Islâmico.

Os dois jovens, de 28 anos, vivem atualmente em Brisbane, na Austrália, onde completam o mestrado em Administração Sanitária na Universidade Católica local.

A estrutura do hospital – como explicou o casal ao “Caldean View”, será construído no bairro cristão de Ankawa em Irbil (norte do Iraque) e se chamará “Shlama”, ou seja, “Shalom”, “Paz”.

Dom Warda defende a presença cristã no Iraque com seus valores, em particular no âmbito da educação e da saúde.

Para os jovens será um desafio. Eles revelam ter “deixado tudo” de lado, inclusive “parte da carreira”, para dar o seu “sim” a este chamado.

No passado, ambos já haviam feito serviço de voluntariado na Diocese de Irbil, prestando assistência aos refugiados da Planície de Nínive.

Hoje desejam colocar à disposição toda sua competência profissional e energias, porque – afirmam – “aquilo que cada iraquiano mais deseja é a paz”. (Chaldeanview.com)

Hospital católico no Iraque será dirigido por jovem casal
28 dezembro 2017, 16:12