Cerca

Vatican News
Patriarca da Igreja Copta Ortodoxa, Tawadros II Patriarca da Igreja Copta Ortodoxa, Tawadros II   (AFP or licensors)

Instituída nova diocese copta na França

Fugindo entre outros da violência extremista, inúmeros cristãos coptas abandonam o Egito em direção à Europa. Uma nova diocese copta foi criada na França para responder às necessidades espirituais destes cristãos.

Cidade do Vaticano

Os fiéis coptas de Paris e do norte da França têm uma nova diocese.  Nomeado diretamente pelo patriarca Tawadros II, o bispo titular Anba Marc, um egípcio de 47 anos, tomou posse em 25 de novembro na Igreja de Santa Maria em Draveil, no Departamento de Essone.

Comunidade em crescimento

Trata-se da segunda diocese em território francês depois daquela criada em 2015 – mas com sede em Genebra – que cobre a Suíça e o sul da França.

Estimados hoje em cerca de cem mil, os coptas-ortodoxos tiveram um crescimento considerável na França nos últimos quarenta anos, graças à chegada de muitos migrantes partidos do Egito.

Assim, a diocese na Île-de-France vai de encontro às necessidades de uma comunidade que não cessa de aumentar, sobretudo após os últimos sangrentos atentados que, no Cairo e em outras localidades, atingiram os cristãos coptas-ortodoxos, levando alguns a abandonar o país em direção à Europa.

Dez paróquias envolvidas

A nova entidade eclesial reagrupa dez paróquias, as mais importantes das quais se encontram na periferia parisiense (Villejuif, Châtenay-Malabry e Colombes) e em um mosteiro na Borgonha.

Projetos de criação de novas dioceses estão em estudo em outras cidades, como Estrasburgo e Nantes.

Os primeiros coptas-ortodoxos chegaram na França nos anos 60 do século passado, confiados pelo então Patriarca Shenoudá II aos cuidados pastorais de dois monge.

(L’Osservatore Romano)

17 dezembro 2017, 08:06