Cerca

Vatican News
Lama tóxica soterrou as cidades do entorno Lama ferrosa derramada no rompimento da barragem ainda está lá 

Igreja em Belisário (MG) na linha de frente em defesa da população

O Frei Gilberto Teixeira, padre da paróquia de Belisário, reafirma a importância do envolvimento cada vez maior da Igreja na defesa dos moradores, do meio ambiente e dos projetos de interesse coletivo construído pelas comunidades.

Belisário

Belisário é uma cidade localizada na região do Parque Estadual Serra do Brigadeiro, em Minas Gerais, grande reserva de florestas naturais da Mata Atlântica com rica biodiversidade e belas paisagens. Terra de riquezas, terra de conflitos. A maioria dos moradores acredita que por ser uma região de produção de água, de potencial agrícola e turístico, deve ser preservada do impacto da exploração de minério. Em poucas palavras, a população é contrária à presença e à expansão da mineração.

No contexto do conflito socioambiental, a Igreja tomou posição na resistência à proposta expansão da mineração da bauxita naquele fragmento de Mata Atlântica. O Frei Gilberto Teixeira da Silveira, que realiza trabalho pastoral nesta comunidade pertencente ao distrito de Muriaé, já sofreu ameaça de morte por isso.

Em fevereiro, foi abordado por um pistoleiro que o advertiu para ‘tomar cuidado’ com suas palavras, pois na próxima vez ele iria agir.

Em fins de outubro, a população de Belisário saiu às ruas  para manifestar contra a ampliação da extração de bauxita na Serra do Brigadeiro. Organizações populares, pastorais e universidades animaram o ato com músicas, peça de teatro, palavras de ordem, cartazes e faixas alertando sobre os impactos da mineração na região.

O Frei Gilberto Teixeira, padre da paróquia de Belisário, reafirma a importância do envolvimento cada vez maior da Igreja na defesa dos moradores, do meio ambiente e dos projetos de interesse coletivo construído pelas comunidades. 

Ouça-o aqui:
08 novembro 2017, 12:42