Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Igreja maranhense de Coroatá, na Região dos Cocais, faz parte da Amazônia Legal Igreja maranhense de Coroatá, na Região dos Cocais, faz parte da Amazônia Legal 

Dom Sebastião: realidade social e econômica da Diocese de Coroatá

O bispo de Coroatá destaca para além da realidade social e econômica da Diocese, a posição geográfica da diocese, situada na Região dos Cocais, nordeste do Maranhão, pertencente à Amazônia Legal

Raimundo Lima - Cidade do Vaticano

Amigo ouvinte, o quadro semanal “O Brasil na Missão Continental” continua dando voz aos nossos pastores, trazendo-nos um pouco da realidade eclesial de suas Igrejas particulares.

Áudio na íntegra

Na edição de hoje iniciamos a participação do bispo de Coroatá, Dom Sebastião Bandeira Coêlho, há sete anos à frente desta diocese maranhense. Nosso convidado nos apresenta a realidade geográfica-social na qual se encontra esta Igreja particular do nordeste do Maranhão, cujo estado pertence à Amazônia Legal, mas também com características do Nordeste, observa ele.

Diz tratar-se de uma diocese jovem que este ano está celebrando 40 anos, situada entre São Luís e Teresina, na Região dos Cocais, predominada pelo babaçu, cuja produção é fonte de subsistência para muitas pessoas.

Com uma população tendo como base de sobrevivência a agricultura familiar, a pecuária e o emprego no funcionalismo público municipal, destaca a expressiva presença de afrodescendentes com a presença também de comunidades quilombolas que mantêm muitas tradições de origem africana. Vamos ouvir (ouça clicando acima).

 

07 novembro 2017, 10:52