Cerca

Vatican News
Catedral de Notre-Dame, um dos símbolos de Paris e da Igreja católica na França Catedral de Notre-Dame, um dos símbolos de Paris e da Igreja católica na França  (AFP or licensors)

Bispos franceses propõem nova versão do "Pai-Nosso"

A tradução precedente não era errada do ponto de vista exegético, mas corria o risco de ser “mal compreendida pelos fiéis”, afirma o presidente da Comissão Episcopal para a Liturgia, Dom Guy de Kérimel.

Paris

“Ne nous laisse pas entrer en tantation” (não nos deixeis cair em tentação): essa é a  nova fórmula que os católicos franceses são convidados a usar na oração do Pai-Nosso a partir de 3 de dezembro próximo, I Domingo do Advento, substituindo a fórmula até hoje em vigor na França que reza “não nos induzi em tentação”.

Ouça na íntegra

Súplica pede a Deus que nos livre da tentação que leva ao pecado

Num encontro com a imprensa em Paris, o bispo da Diocese de Grenoble, Dom Guy de Kérimel, que é também presidente da Comissão Episcopal para a Liturgia e a Pastoral Sacramental, explicou o significado desta modificação, na súplica em que se pede a Deus que “nos livre da tentação que leva ao pecado e a uma forma de escravidão”.

Formulação precedente corria o risco de ser "mal compreendida pelos fiéis"

A tradução precedente não era errada do ponto de vista exegético, mas corria o risco de ser “mal compreendida pelos fiéis”. A modificação constitui uma ocasião para os cristãos a apropriar-se novamente da oração que Jesus nos ensinou. Por este motivo os bispos franceses quiseram acompanhar esta alteração com um volume intitulado “Oração do Pai-Nosso, um olhar renovado”.

Bélgica e Benin, países francófonos, já adotaram nova versão do Pai-Nosso

A formulação, que já foi introduzida na solenidade de Pentecostes deste ano em alguns países francófonos, como Bélgica e Benin, será utilizada também em todas as celebrações ecumênicas, como recomendado pelo Conselho de Igrejas Cristãs na França.

(Sir)

23 novembro 2017, 11:58