Busca

Vatican News
Jovens angolanos acolhem em Luanda os Símbolos da JMJ Lisboa 2023 Jovens angolanos acolhem em Luanda os Símbolos da JMJ Lisboa 2023 

Angola. Símbolos da JMJ apresentados na Missa com a presença dos Bispos da CEAST

Os Símbolos da Jornada Mundial da Juventude, JMJ Lisboa 2023, foram neste domingo (11/07) apresentados oficialmente à Comunidade católica angolana, em Missa com presença de Bispos da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST).

Anastácio Sasembele – Luanda, Angola

A peregrinação dos Símbolos da Jornada Mundial da Juventude iniciou na sexta-feira (09/07) com a Missa de acolhimento, na Paróquia da Sagrada Família, em Luanda.

Jovens e adultos acolheram com fé e alegria a Cruz do Ano Santo e o Ícone da Virgem Protectora do Povo Romano, que para além de Luanda, vão igualmente percorrer outras dioceses de Angola, como Sumbe, Benguela, Huambo, Viana e Caxito.

Oiça aquia reportagem e partilhe

Na Missa de acolhimento o presidente da CEAST, D. Filomeno do Nascimento Vieira Dias, apelou aos jovens a viverem estes momentos com intensidade, e reforçou que os Símbolos estão revestidos de vivências no caminhar da história da Igreja.

A peregrinação dos Símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em Angola, na preparação do grande encontro de 2023 em Portugal, é um pedido da CEAST, por isso, D. Filomeno agradeceu o gesto dos irmãos portugueses, num claro desafio de proximidade aos Países de língua oficial portuguesa.

E neste domingo (11/07), os Símbolos foram oficialmente apresentados à Comunidade católica, em missa campal, no pátio do Seminário Maior do Sagrado Coração de Jesus, em Luanda.

Na ocasião o presidente da Comissão Episcopal da Juventude, Pastoral universitária e Escutismo da CEAST destacou que é grande a alegria e a responsabilidade em acolher os Símbolos.

Em mensagem, o Secretariado Nacional da Pastoral Juvenil em Angola destacou as mais variadas histórias que giram à volta dos Símbolos da JMJ, como o facto, dos Símbolos terem influenciado alguns jovens africanos a converterem-se numa geração não violenta.

Esta peregrinação dos Símbolos da JMJ em Angola vai decorrer até ao próximo dia 18 de agosto, altura em que os Símbolos retornam a Portugal, sede da próxima Jornada Mundial, Lisboa 2023.

13 julho 2021, 12:15