Busca

Vatican News
Ordenações na Arquidiocese de Abidjan (Costa do Marfim) Ordenações na Arquidiocese de Abidjan (Costa do Marfim) 

Costa do Marfim. Decorre de 7 a 11 de julho o Congresso Extraordinário do Clero

“O sacerdote na Costa do Marfim, perante as situações que desafiam a sua vida”: será o tema do Congresso extraordinário do Clero, programado para os dias 7 a 11 de julho próximos, na Costa do Marfim. O evento terá lugar na Diocese de Yamoussoukro, centro do País, mas todos os fiéis são convidados a participar espiritualmente no encontro, apoiando-o com a oração.

Cidade do Vaticano

Espera-se a presença de 200 delegados de sacerdotes e religiosos, conforme explicou no dia 22 de abril, em conferência de imprensa, Dom Gaspard Bébi Gnéba, presidente da Comissão Episcopal para o Clero, os Seminários e a Pastoral Vocacional, sublinhando que o Congresso estava previsto para julho de 2020, mas foi adiado posteriormente devido à pandemia da Covid-19.

Oiça aquia reportagem e partilhe

Com este encontro, sublinhou o prelado, a Igreja na Costa do Marfim quer oferecer aos sacerdotes e religiosos a oportunidade de fazerem um balanço dos seus anos de serviço e missão, para reflectir sobre os próximos desafios e expectativas a enfrentar, de modo a estarem cada vez mais na sequela de Cristo.

Revitalizar a vida e ministério dos sacerdotes e religiosos

Além disso, por meio de painéis específicos, os participantes no Congresso poderão "propor resoluções sobre planos espirituais, pastorais e missionários - reiterou Dom Gnéba - para revitalizar a vida e o ministério dos sacerdotes e religiosos à luz do magistério do Papa Francisco, olhando também para o plano pastoral quinquenal lançado pela Conferência Episcopal e os desafios actuais que a Igreja local deve enfrentar”.

Sistema nacional para sustento material do Clero

Entre os pontos focais da agenda está o do sustento material do clero, para o qual os Bispos propuseram um sistema de equalização nacional. “Os problemas sociais e políticos que se surgem no País - acrescentou o presidente da Comissão Episcopal para o Clero - dizem respeito também à Igreja-Família de Deus e, por conseguinte, à vida e ministério dos sacerdotes”, colocando-os perante novos desafios que exigem "respostas novas e mais pertinentes".

Apoio dos fiéis com oração e alimentos

Por isso, é bom “repensar os objectivos, as estruturas, o estilo e os métodos de evangelização” que inspiram e orientam os sacerdotes e religiosos, para que eles possam realizar a sua “missão fundamental”, ou seja, “conduzir o povo a Deus, através do desenvolvimento humano integral".

Finalmente, Dom Gnéba convidou aos fiéis para apoiarem também materialmente o Congresso, levando ou enviando ao Centro diocesando de Yamoussoukro alimentos a serem doados aos participantes no evento.

26 abril 2021, 12:07